Novo Decreto: Ceará proíbe grandes festas de Réveillon | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
PANDEMIA DE COVID-19
Novo Decreto: Ceará proíbe grandes festas de Réveillon
O anúncio foi feito ao lado do secretário da saúde, Marcus Gadelha, em live na tarde desta sexta-feira (26).
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 26 de novembro de 2021
Novo Decreto: Ceará proíbe grandes festas de Réveillon

Por meio das redes sociais, o governador Camilo Santana (PT) anunciou o novo decreto do estado do Ceará que proíbe grandes festas de réveillon que promovem aglomeração. O anúncio foi feito ao lado do secretário da saúde, Marcus Gadelha, em live na tarde desta sexta-feira (26). Em sua fala, Camilo destacou o avanço na vacinação e pontuou que eventos de réveillon podem ser realizados desde que sigam os protocolos sanitários já orientados pelo Estado.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Ainda de acordo com Camilo, será possível realizar eventos com até 5 mil pessoas em ambientes abertos e 2.500 pessoas em ambientes fechados. Nas duas situações, o passaporte da vacina será exigido junto com o documento de identidade. A decisão foi tomada a partir do comitê de enfretamento à pandemia de Covid-19. Camilo reforçou a necessidade de controle de acesso dos participantes aos eventos.

Leia também | Projeto de lei permite parcelamento e perdão de multas para motoristas em Fortaleza

Anúncio sobre festas de réveillon no Ceará

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Camilo Santana já havia se manifestado sobre o réveillon

No início da noite do último domingo (21), o governador Camilo Santana usou as redes sociais para afirmar ser contrário a realização de “grandes festas de réveillon e carnaval” neste momento, justificando a posição com o risco que a Covid-19 ainda representa ao Estado. Camilo disse, também, que é necessário ter “absoluto controle” para a realização desse tipo de evento.

“Sobre a realização de grandes festas de réveillon e carnaval, minha posição é contrária neste momento. Eventos festivos, com grandes aglomerações e bebida, necessitariam de absoluto controle, com todas as pessoas comprovadamente vacinadas, como vem ocorrendo nos estádios… além dos protocolos sanitários seguidos, para minimizar os riscos de contágio”, disse o governador.

Camilo também frisou que “onde não houver controle, não pode haver festa”. O governador alertou ainda sobre o novo aumento de casos de Covid-19 no mundo.


Deixe seu comentário