Golpe do Empréstimo falso: 11 pessoas envolvidas são presas em Fortaleza | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
AÇÃO POLICIAL
Golpe do Empréstimo falso: 11 pessoas envolvidas são presas em Fortaleza
As capturas ocorreram na última quinta-feira (25), no bairro Aldeota, em Fortaleza.
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 28 de novembro de 2021
Golpe do Empréstimo falso: 11 pessoas envolvidas são presas em Fortaleza
Foto: SSPDS

Um trabalho contínuo da Polícia Civil do Ceará, que tem o objetivo de desarticular grupos criminosos especializados em aplicar o golpe do empréstimo falso consignado no Ceará, resultou na prisão de mais 11 pessoas, todos eles envolvidos neste esquema. As capturas ocorreram na última quinta-feira (25), no bairro Aldeota, em Fortaleza. Além das prisões em flagrante, dezenas de computadores, celulares, documentos e cadernos com anotações sobre a ação criminosa foram apreendidos pelas equipes policiais.

64 pessoas foram presas e cinco empresas foram fechadas. Esse é o resultado do trabalho investigativo conduzido pela Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) da Polícia Civil do Ceará que, até quinta-feira (25), havia prendido mais 11 pessoas, oito mulheres e três homens, que se passavam por funcionários de uma empresa especializada em consultoria e empréstimos. Nessa empresa, segundo o que foi apurado pelos investigadores da DDF, os suspeitos atraiam especificamente funcionários públicos ativos e aposentados.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Golpe do empréstimo falso

As vítimas eram convencidas a realizarem empréstimos consignados e efetuar a portabilidade dos valores deste empréstimo para “pseudo investimentos”, a título de cessão de crédito, que renderia os valores necessários para pagar as prestações dos empréstimos quando, na verdade, esses valores são transferidos para os infratores. Com base no que foi citado nas denúncias, os agentes de segurança identificaram a empresa onde os suspeitos aplicavam o golpe.

Leia também | Saiba quem tem direito a CNH Especial

Após abordagem no local indicado, os policiais civis foram recebidos pelos supostos funcionários que, no momento da ação policial, estavam na tentativa de realizar um novo golpe. No local, onde estavam as 11 pessoas, foram apreendidos vários computadores, 15 celulares, documentos, além de vários cadernos com anotações. Eles e todo o material foram conduzidos à DDF. Na unidade, o grupo foi autuado em flagrante pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, falsificação de documento particular e ocultação de bens.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário