JC Entrevistas: Camilo aguarda autorização para fazer compra direta de vacinas para crianças de 5 a 11 anos | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
EXCLUSIVO
JC Entrevistas: Camilo aguarda autorização para fazer compra direta de vacinas para crianças de 5 a 11 anos
Camilo e outros governador tentam sensibilizar o Ministério de Saúde para acelerar a vacinação de crianças.
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 22 de dezembro de 2021
JC Entrevistas: Camilo aguarda autorização para fazer compra direta de vacinas para crianças de 5 a 11 anos
Camilo foi entrevistado pelo jornalista Alexandre Medeiros. Foto: GCC

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), foi o entrevistado da edição especial do JC Entrevistas lançado nesta quarta-feira (22) no canal do GCMAIS no Youtube. No bate-papo, conduzido pelo jornalista Alexandre Medeiros, o chefe do executivo estadual falou de vários assuntos, como o enfrentamento à pandemia no Ceará, a retomada econômica no Estado e o cenário político para 2022.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Sobre o controle da pandemia no Ceará, um dos pontos que preocupa Camilo diz respeito à vacinação de crianças 5 a 11 anos. Para acelerar a imunização desse público, o governador reafirmou que o Estado está tentando fazer a compra direta de vacina, junto à Pfizer. Para isso, aguarda liberação por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para não depender do repasse de vacinas por parte do Ministério de Saúde.  Ao falar sobre o impasse da liberação, Camilo não poupou críticas ao Governo Federal, destacando a postura negacionista de Jair Bolsonaro à frente da presidência.

Leia também | Camilo deve deixar o Governo para concorrer ao Senado

“Nós tivemos dois grandes problemas nessa pandemia: a pandemia das Fake News, das maldades das redes sociais, desorientando a população, e a falta de uma coordenação nacional. São coisas que a gente nem imagina, como a maior autoridade desse país (se referindo a Bolsonaro) mudou de ministro de saúde cinco vezes, negou a pandemia, negou a vacina, nós atrasamos o início da vacina, lembramos que já perdemos mais de 600 mil pessoas nesse País e agora o Ministério ainda demora em tomar uma decisão que a própria Anvisa já orientou que deve iniciar a vacinação das crianças, até porque as crianças são assintomáticas. Você não sabe quando a criança está ou não está com o vírus. Então, ela pode estar com covid-19 e levar pra casa para os pais e para avós”, afirmou Camilo.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Na sequência, o governador destacou que existe um movimento articulado de vários governadores para sensibilizar o Ministério da Saúde para liberar o quanto antes o repasse e a compra de vacina para atender o público infantil. “Então, nós já tomamos uma decisão enquanto governadores, caso a Anvisa autorize, estamos dispostos a comprar diretamente da Pfizer, que é quem tem a vacina para iniciar essa vacinação das crianças de 5 a 11 anos. Espero que o Ministério da Saúde, nós inclusive já solicitamos uma reunião dos governadores com o ministro, que ficou de ser agendada, para que possamos fazer um apelo para que o Ministério da Saúde já autorize, que inicie esse processo de vacinação aqui nos estados brasileiros. Isso vai ser muito importante para avanço do controle da pandemia em nosso País”.

Confira a íntegra da entrevista com Camilo Santana:

Leia também | JC Entrevistas: Eduardo Girão vê pré-candidatura de Moro como “presente” para o Brasil avançar no combate à corrupção


Deixe seu comentário