No Ceará, 13 cidades registraram mortes por Covid-19 na primeira semana de 2022 | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
PANDEMIA
No Ceará, 13 cidades registraram mortes por Covid-19 na primeira semana de 2022
Entre as vítimas, estão 12 homens e cinco mulheres, sendo que metade deles têm mais de 60 anos.
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 9 de janeiro de 2022
No Ceará, 13 cidades registraram mortes por Covid-19 na primeira semana de 2022
Foto: Reprodução

A primeira semana de 2022 fechou com 18 mortes por Covid-19 no Ceará. Segundo informações do portal IntegraSUS, os óbitos aconteceram em 13 cidades cearenses. Entre as vítimas, estão 12 homens e cinco mulheres, sendo que metade deles têm mais de 60 anos. Vale pontuar que uma morte não teve o sexo notificado.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Até a noite deste sábado (8), as seguintes cidades notificaram óbitos ocasionados devido à Covid-19: Fortaleza (4), Cascavel (2), Caucaia (2), Iguatu (1), Canindé (1), Caridade (1), Crato (1), Juazeiro do Norte (1), Pacatuba (1), Pacacuru (1), São Gonçalo do Amarante (1), Sobral (1) e Umari (1).

Leia também | Ceará ganha mais 6 centros de testagem para Covid-19 a partir de segunda-feira (10)

Dados da pandemia no Brasil e mortes por Covid-19

O Brasil registrou 49.303 novos diagnósticos positivos de Covid-19, em 24 horas, segundo boletim divulgado no sábado (8) pelo Ministério da Saúde. O número de pessoas infectadas desde o início da pandemia chegou a 22.499.525. Há 227.269 pessoas em acompanhamento por equipes de saúde.

Neste sábado, foram notificadas 115 mortes. Com esse número, o total de pessoas que perderam a vida para a pandemia alcançou 619.937. Ainda há 2.830 mortes em investigação, em casos que demandam exames e procedimentos posteriores para saber se a causa foi a covid-19. Até este sábado, 21.652.319 pessoas haviam se recuperado da doença.

Em geral, os números são mais baixos aos domingos, segundas-feiras e dias seguintes aos feriados por causa da redução das equipes que fornecem os dados. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral, há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizado.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário