Máscaras N95 e similares serão obrigatórias em farmácias, escolas e supermercados do Ceará | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
DECRETO DO GOVERNO
Máscaras N95 e similares serão obrigatórias em farmácias, escolas e supermercados do Ceará
A medida passa a valer a partir de 24 de janeiro deste ano.
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 14 de janeiro de 2022
Máscaras N95 e similares serão obrigatórias em farmácias, escolas e supermercados do Ceará
Modelo de máscara do tipo N95. Foto: Governo do Estado.

O governador Camilo Santana informou nesta sexta-feira (14), durante a live em que anunciou as novas medidas do decreto do Governo do Estado, que haverá obrigatoriedade do uso da máscaras do tipo N95 ou similar para trabalhadores de farmácias, supermercados e escolas.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Ao justificar a adoção dessa medida sobre o uso de máscaras, o governador Camilo explicou que a questão contou com o crivo do Comitê Estadual de Combate à Pandemia. Ficou definido que a medida passa a valer efetivamente a partir da segunda-feira, dia 24 de janeiro. Com o objetivo de esclarecer informações desencontradas sobre o tema, o Governo do Estado antecipou a redação do decreto para o Diário Oficial, ressaltando que o intervalo entre os dias 17 e 23 de janeiro será de adaptação dos estabelecimentos citados à norma.

Leia também | Ceará recebe 55.100 doses pediátricas contra Covid-19 para iniciar vacinação de crianças

Ao lado o secretário de Saúde do Estado, Marcos Gadelha, Camilo Santana explicou ainda que são exemplos destes profissionais, os professores e porteiros, nas escolas; os caixas, nos supermercados e farmácias.

Leia mais | Covid-19: vacinação em crianças começa no sábado (15) no Ceará

Novo decreto: uso de máscaras e outras medidas

Para enfrentar a alta de casos de síndrome gripal, o novo decreto do Governo do Estado traz como principais deliberações as seguintes decisões: recomendação de adiamento, por duas semanas, do início das aulas para estudantes de até 11 anos; limitação do público dos estádios a 30% da capacidade; e obrigatoriedade da máscara padrão N95 ou similar para trabalhadores de farmácias, supermercados e escolas.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário