Izolda pede audiência no STF para discutir litígio territorial entre Ceará e Piauí | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
ZONA DE LITÍGIO
Izolda pede audiência no STF para discutir litígio territorial entre Ceará e Piauí
Governadora Izolda Cela decidiu defender o Ceará nessa disputa e solicitou uma audiência no Supremo Tribunal Federal (STF).
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 6 de maio de 2022
Izolda pede audiência no STF para discutir litígio territorial entre Ceará e Piauí
Divisas de Ceará e Piauí podem ser definidas. Foto: Divulgação

Seis cidades podem sumir do mapa do Ceará e outras sete podem perder parte do território pra outro Estado, por conta de uma área de litígio que existe entre o Ceará e o Piauí. Trata-se de um território disputado pelos dois estados há mais de 100 anos.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Alvos de uma disputa territorial, São Benedito, Croatá, Ibiapina, Carnaubal, Poranga e Guaraciaba do Norte podem sair do território cearense e  passarem a integrar o Piauí. Sem falar em outras sete cidades, como Ubajara, Crateús e Viçosa, que perderiam boa parte do território.

Leia também | Governo entrega 54 viaturas para a Polícia Militar do Ceará

Esse assunto veio à tona recentemente depois que os piauienses ingressaram com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) reivindicando a área, que fica na divisa entre os estados. Eles dizem que o Ceará avançou sobre esse território ignorando documentos históricos.

Izolda solicita audiência com o STF para discutir questão Ceará x Piauí

O exército foi acionado, fez um estudo dos mapas e dos limites e o resultado foi favorável ao Piauí. Diante disso, a governadora Izolda Cela decidiu defender o Ceará nessa disputa e solicitou uma audiência no Supremo Tribunal Federal (STF).

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

De acordo com Izolda, a procuradoria-geral do Estado já vêm atuando mas, agora, ela quer se envolver diretamente no processo. Afinal, essa é uma situação que atinge cerca de 245 mil cearenses que vivem nessas áreas.

“Tenho acompanhado atentamente o andamento da ação que trata do litígio territorial entre Ceará e Piauí, envolvendo territórios de 13 municípios cearenses. Nesta tarde recebi uma comissão de deputados estaduais que acompanham a atuação do Comitê de Estudos de Limites e Divisas Territoriais do Ceará da Assembleia Legislativa (Celditec), além da equipe jurídica e técnica do Governo para discutir a situação. A Procuradoria Geral do Estado, juntamente com o nosso órgão Ipece, já vêm realizando toda a defesa do estado. Além disso, solicitarei uma audiência no Supremo Tribunal Federal (STF) para tratar sobre o caso e defender nosso Ceará.

Deixe seu comentário