Ceará tem chances remotas de chuvas até quarta-feira (22), prevê Funceme | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
TEMPO
Ceará tem chances remotas de chuvas até quarta-feira (22), prevê Funceme
Conforme o órgão, há chances, ainda que remotas, de precipitações pontuais nas macrorregiões do Litoral de Fortaleza, Jaguaribana, Cariri e parte do Sertão Central e Inhamuns
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 20 de junho de 2022
Ceará tem chances remotas de chuvas até quarta-feira (22), prevê Funceme
Foto: Divulgação

O Ceará inicia a semana com condições de tempo mais estáveis, ou seja, pouco favoráveis às chuvas, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A previsão segue até quarta-feira (22/06).

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Chuvas no Ceará, indica Funceme

Conforme o órgão, há chances, ainda que remotas, de precipitações pontuais nas macrorregiões do Litoral de Fortaleza, Jaguaribana, Cariri e parte do Sertão Central e Inhamuns. Nestes três dias, pelo menos, a tendência é de céu com poucas nuvens sobre todo o território cearense.

Em junho, 1º mês da Pós-Estação, as precipitações são, historicamente, mais escassas, informa a Funceme. A média histórica, para o Ceará como um todo, é de apenas 37,5 milímetros. Com acumulado de 67,5 mm, o observado já superou a normal climatológica em 80,1%.

Leia mais | Quadra chuvosa: saiba onde foram as maiores chuvas das últimas 24h

Fortaleza bate novo recorde e registra a maior chuva de 2022

Com 135,8 mm, Fortaleza bateu novo recorde e registrou a maior chuva do ano. O posto pluviométrico do bairro Caça e Pesca, na Capital, registrou, entre os dias 28 e 29 de março, o maior acumulado de 2022. A capital cearense havia registrado o maior volume de chuvas de 2022, com 88,4 milímetros.

Chuvas de fevereiro a abril ficam dentro da média

As chuvas de fevereiro a abril deste ano ficaram dentro da média, aponta balanço da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O acumulado do trimestre foi de 513,3 milímetros.

De acordo com a categorização do órgão, as precipitações são consideradas dentro da normalidade para o período quando ficam entre 440,67 mm e 598,81 mm. Segundo o prognóstico realizado em janeiro deste ano, havia 40% de probabilidade para que as chuvas ficassem nesta categoria.

Considerando o recorte por macrorregiões, as mais chuvosas foram o Litoral de Fortaleza (886,4 mm), Maciço de Baturité (697,8 mm) e Cariri (661 mm), ficando todas com precipitações acima da normal climatológica. As demais apresentaram chuvas dentro da média.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Deixe seu comentário