Homem suspeito de assediar criança dentro de ônibus é denunciado | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
SEGURANÇA
Homem suspeito de assediar criança dentro de ônibus é denunciado
A pasta reforça a importância de a vítima ou seus representantes legais procurarem a DDM de Caucaia para registrar o BO
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 21 de junho de 2022
Homem suspeito de assediar criança dentro de ônibus é denunciado
Foto: Pexels

Vídeo que circula nas redes sociais mostra supostamente um homem tocando em uma criança dentro de um ônibus em Icaraí, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), por meio da Delegacia de Defesa da Mulher de Caucaia (DDM), apura um possível crime de importunação sexual.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Criança é assediada em ônibus

Ainda de acordo com a pasta estadual, as equipes policiais estão com as imagens e realizam diligências em busca de colher mais informações sobre o caso. A pasta reforça a importância de a vítima ou seus representantes legais procurarem a DDM de Caucaia para registrar o Boletim de Ocorrência (BO).

Mais detalhes no Balanço Geral Manhã:

Leia mais | Trecho da Messejana será bloqueado para viabilizar obras de requalificação

Motorista por aplicativo denuncia passageiro por assédio sexual

Um motorista de aplicativo de 40 anos, denunciou um passageiro que teria oferecido serviços sexuais para completar o pagamento do valor da corrida, em Juazeiro do Norte, no Ceará. A corrida, realizada por Jonathan Souza, aconteceu no último dia 22 de maio. Era começo da manhã, quando um passageiro entrou no veículo. O trajeto era de 5 quilômetros. De acordo com o motorista, ele foi várias vezes assediado.

De acordo com a denúncia, a corrida custou 21 reais, no entanto o passageiro informou que só tinha 13 reais. Para resolver o pagamento, o passageiro teria oferecido favores sexuais ao condutor do veículo. Jonathan Souza disse que tentou resolver a situação.

“Eu parei o carro e disse que ele podia descer, e ele disse que estava brincando e que tinha dinheiro para pagar”, disse.

O condutor seguiu a viagem, mas ao chegar próximo ao destino, o passageiro iniciou um novo assédio.

“Ele começou a me alisar no meu braço e no meu pescoço. Eu pedi para ele parar e me afastei”, explica Jonathan Souza.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

 


Deixe seu comentário