Operação de combate a pornografia infantojuvenil é deflgrada em Fortaleza | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
CEARÁ
Operação de combate a pornografia infantojuvenil é deflgrada em Fortaleza
De acordo com a corporação, são cumpridos dois mandados de prisão e seis de busca e apreensão
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 22 de junho de 2022
Operação de combate a pornografia infantojuvenil é deflgrada em Fortaleza
Foto: Divulgação

Nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (22), a Polícia Civil do Ceará, por meio da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), deflagrou uma operação de combate a pornografia infantojuvenil em Fortaleza. De acordo com a corporação, são cumpridos dois mandados de prisão e seis de busca e apreensão.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Pornografia infantojuvenil

Duas prisões foram realizadas por força de mandados judiciais. A operação é resultado de um trabalho integrado da Polícia Civil, Polícia Federal e Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Mais informações serão repassadas ao longo do dia, informou a Polícia.

Homem suspeito de divulgar pornografia envolvendo adolescente é preso

Um homem de 26 anos foi preso em flagrante, suspeito de gravar, armazenar e divulgar cenas de pornografia envolvendo uma adolescente de 14 anos, em Ipaumirim, no interior do Ceará. Um aparelho celular foi apreendido.

De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as investigações iniciaram logo que os policiais civis tomaram conhecimento de que nas redes sociais haviam divulgações de vídeos pornográficos e fotos íntimas envolvendo uma adolescente. O suspeito foi localizado e conduzido para a Delegacia Municipal de Ipaumirim, onde foi autuado em flagrante pelo crime do Art. 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente.

A vítima do caso será acompanhada pelos órgãos de proteção de Ipaumirim. As investigações seguem em torno do homem, pois há indícios de que ele cedia bebida alcoólica para menores de 18 anos, informa a pasta estadual.

Estatuto da Criança e do Adolescente

Adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente. Pena – reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.

Leia mais | Suspeito de latrocínio contra subtenente da PM é preso em Fortaleza

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Deixe seu comentário