Ceará

Suspeito é preso em Goiás por estupro de vulnerável no Ceará

O trabalho foi realizado entre as Polícias Civis do Estado do Ceará (PC-CE) e do Estado de Goiás (PC-GO)

Compartilhe:
30 de junho de 2022
Roberta Fontelles
Suspeito é preso em Goiás por estupro de vulnerável no Ceará
Foto: Divulgação/Governo do Mato Grosso do Sul

Um homem foi preso suspeito de estupro de vulnerável no interior de Goiás. O suspeito, que é padrasto de uma adolescente de 12 anos, teria praticado o crime no Ceará. O trabalho foi realizado entre as Polícias Civis do Estado do Ceará (PC-CE) e do Estado de Goiás (PC-GO).

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Homem é preso suspeito de estupro

A prisão ocorreu na cidade de Campo Limpo, Estado de Goiás, na última quarta-feira (29), por força do cumprimento de um mandado de prisão preventiva. O crime foi registrado em maio deste ano na cidade de Uruburetama.

Inquérito policial foi instaurado pela Delegacia Municipal de Uruburetama, no Ceará, para investigar um estupro de vulnerável contra a vítima. Segundo levantamentos policiais, o crime era praticado há pelo menos um ano e foi confirmado por exame pericial. Após tomar conhecimento da denúncia, o suspeito deixou a cidade, fugindo para o interior do Estado do Centro-Oeste brasileiro.

Ele foi identificado e, contra ele, foi expedido um mandado de prisão preventiva. Após troca de informações entre as Polícias Civis dos dois estados, o homem foi encontrado e o mandado de prisão foi cumprido. Ele não resistiu ao cumprimento do mandado de prisão preventiva. (Para preservar a identidade da vítima, o nome do suspeito não será divulgado).

Leia também | Primeira Casa da Mulher Cearense é inaugurada em Juazeiro do Norte

Guardas municipais realizam manobra de Heimlich

Em Fortaleza, uma criança foi salva de um engasgo após guardas municipais realizarem manobra de Heimlich, na madrugada desta quarta-feira (29) no Bonsucesso. O desengasgo foi filmado por câmeras de videomonitoramento.

O socorro aconteceu após familiares levarem o bebê até um posto da Guarda Municipal. Após a manobra, as vias aéreas da criança foram desobstruídas. Os pais da criança foram orientados a procurarem uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para realizarem exames. O atendimento foi realizado pelos guardas Teojones, Elton Mesquita e Adila Sousa.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<