Bolsonaro anuncia novo Bolsa Família de R$ 300 e mais "duas ou três" parcelas do auxílio emergencial | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
GOVERNO FEDERAL
Bolsonaro anuncia novo Bolsa Família de R$ 300 e mais “duas ou três” parcelas do auxílio emergencial
Segundo Bolsonaro, o aumento do Bolsa Família visa compensar as perdas econômicas da pandemia de covid-19
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 16 de junho de 2021
Bolsonaro anuncia novo Bolsa Família de R$ 300 e mais “duas ou três” parcelas do auxílio emergencial
Foto: Alan Santos/PR

Na última terça-feira (15), em uma entrevista para a SIC TV, afiliada da Record TV em Rondônia, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), anunciou que o valor do Bolsa Família deve passar para R$ 300. Segundo ele, esse valor já está quase fechado com a equipe econômica do Governo Federal e deve entrar em vigor a partir de dezembro.

Já havia uma expectativa de que o benefício aumentasse, mas o esperado era que ele passasse de R$ 190, que é o valor atual, para R$ 250.

Leia também | Auxílio emergencial: Caixa também deve antecipar a quarta parcela

Durante a entrevista, Bolsonaro também afirmou que o Auxílio Emergencial deve ser estendido por mais duas ou três parcelas. Este valor de R$ 300 para o novo Bolsa Família só começaria a ser entregue depois do encerramento do auxílio.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Segundo o presidente Bolsonaro, este aumento no valor do Bolsa Família busca compensar as perdas econômicas de diversas famílias brasileiras, causadas pela pandemia de covid-19. “Tivemos uma inflação durante a pandemia, no tocante aos produtos da cesta básica, em torno de 14%. Sei que teve item que subiu até 50%, sabemos disso. E o Bolsa Família, a ideia é dar um aumento de 50% para ele em dezembro. Para sair em média de 190 para, um pouco mais de 50%, seria 300 reais. É isso que tá praticamente acertado aqui”, afirmou o líder do Executivo.

Além disso, também deve aumentar a quantidade de pessoas que serão beneficiadas com o Bolsa Família. A expectativa do Governo Federal é que o benefício, que hoje alcança cerca de 14,6 milhões de brasileiros, seja expandido para 18,6 milhões de pessoas em todo o País.

Essa reformulação do Bolsa Família é um projeto que já vem sendo discutido pela equipe de Bolsonaro há algum tempo. No ano passado, foi anunciada a criação dos projetos Renda Brasil e Renda Cidadã para substituir o atual Bolsa Família, mas nenhum dos dois teve êxito.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário