Bolsa Família: efetivar o benefício com valor de R$ 300 é "prioridade zero" do Governo, diz ministro | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
PROGRAMA SOCIAL
Bolsa Família: efetivar o benefício com valor de R$ 300 é “prioridade zero” do Governo, diz ministro
Paulo Guedes garantiu que programa respeitará teto de gastos
AGÊNCIA BRASIL
Postado em 14 de setembro de 2021
Bolsa Família: efetivar o benefício com valor de R$ 300 é “prioridade zero” do Governo, diz ministro
Foto: Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira (14) que o governo tem como “prioridade zero” a efetivação do Bolsa Família com valor de R$ 300. De acordo com ele, os recursos do programa social serão bancados com recursos advindos do imposto de renda e estarão dentro do teto de gastos do governo federal.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

“A agenda, prioridade zero, é Bolsa Família de R$ 300. O presidente [da República, Jair Bolsonaro] já disse que é R$ 300, dentro do teto e com responsabilidade fiscal”, disse o ministro no evento Macro Day, promovido pelo banco BTG Pactual, na capital paulista.

Reforma tributária do imposto de renda

Em sua fala, Guedes criticou segmentos empresariais que são contrários à reforma tributária do imposto de renda. “Inadvertidamente, às vezes, o mundo empresarial vai a Brasília, e faz um lobby contra o imposto de renda. Ele, na verdade, está inviabilizando o Bolsa Família”, ressaltou.

Leia também: Auxílio Brasil: veja como confirmar inscrição no novo Bolsa Família

“[Isso] vai produzir uma reação do governo que é a seguinte: então quer dizer que não tem fonte [de receita para Bolsa Família]? Não tem tu, vai tu mesmo. Então bota aí R$ 500 logo de uma vez e é auxílio emergencial. A pandemia está aí, a pobreza está muito grande, vamos embora”, acrescentou.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Essa solução, segundo Guedes, seria, no entanto, “um problema tremendo para todo mundo”. “Inclusive para quem vos fala no momento. Eu não estou lá para fazer bagunça. E vai virar bagunça se não houver uma solução tecnicamente correta”, disse.


Deixe seu comentário