Sem novo Bolsa Família, auxílio emergencial pode ser prorrogado | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
MINISTRO DA ECONOMIA
Sem novo Bolsa Família, auxílio emergencial pode ser prorrogado
O ministro da Economia falou sobre o assunto em um evento
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 16 de setembro de 2021
Sem novo Bolsa Família, auxílio emergencial pode ser prorrogado
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Até o momento, o planejamento do Governo Federal é que o auxílio emergencial seja encerrado na sétima parcela e dê lugar ao Auxílio Brasil, o novo Bolsa Família. Mas já há sinais de que esses planos podem sofrer alterações e a equipe econômica acabe prorrogando o benefício criado durante a pandemia de covid-19.

Atualização | Novo Bolsa Família: Governo garante Auxílio Brasil de R$ 300; veja como se inscrever

Saiba mais | Saque do auxílio emergencial é suspenso; veja quando será retomado

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Vale Gás nacional será decidido na próxima semana; saiba quem recebe

Durante um evento nesta semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, falou sobre a possibilidade de prorrogação do auxílio emergencial e das dificuldades no lançamento do novo Bolsa Família. Segundo o ministro, as pressões dos empresários sobre algumas reformas do Governo acaba inviabilizando a criação do Auxílio Brasil e alterando os projetos dos programas sociais.

“Inadvertidamente o mundo empresarial vai a Brasília e faz um lobby contra o (projeto de reforma do) Imposto de Renda. Ele na verdade está inviabilizando o (aumento do) Bolsa Família”, disse o ministro.

Leia também | Auxílio Brasil: veja pré-requisitos para novo Bolsa Família que começa em novembro

Em seguida, ele acrescenta que o governo pode acabar cedendo e prorrogando o atual benefício criado para a pandemia de covid-19. “Vai produzir uma reação do governo que é o seguinte: ah é, então quer dizer que não tem fonte não, né? Não tem tu, vem tu mesmo. Então é o seguinte, bota aí R$ 500 logo de uma vez e é auxílio emergencial. A pandemia está aí, a pobreza está muito grande, vamos para o ‘vamos ver’”, afirma.

O plano do Governo, anunciado pelo próprio presidente Jair Bolsonaro, era que o auxílio emergencial não fosse prorrogado. O benefício seria suspenso a partir de outubro e daria lugar ao novo Bolsa Família, que tentaria alcançar parte dos beneficiários do programa criado para a pandemia de covid-19. O projeto, porém, ainda enfrenta entraves por conta do aumento considerável nos gastos públicos.

Leia mais | Microcrédito de até R$ 3 mil reais da Caixa: saiba quem tem direito e como fazer o empréstimo

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário