Com Auxílio Brasil, cerca de 20 milhões poderão ficar sem auxílio emergencial em novembro | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
NOVO PROGRAMA
Com Auxílio Brasil, cerca de 20 milhões poderão ficar sem auxílio emergencial em novembro
Entenda como o lançamento deste novo benefício afeta quem recebe o auxílio emergencial
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 21 de outubro de 2021
Com Auxílio Brasil, cerca de 20 milhões poderão ficar sem auxílio emergencial em novembro
Foto: Agência Brasil

Na última quarta-feira (20), o ministro da Cidadania, João Roma, divulgou informações sobre o Auxílio Brasil, confirmando o seu lançamento para novembro. Com este novo benefício, os planos do Governo Federal é que o auxílio emergencial seja encerrado e, assim, cerca de 20 milhões de brasileiros podem ficar sem um suporte financeiro.

Leia também | A um mês do Enem, professores falam sobre uso de redes sociais nos estudos

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Atualmente, o Bolsa Família alcança cerca de 14,7 milhões de famílias do Brasil. A estimativa é que o novo programa, o Auxílio Brasil, chegue a 16,9 milhões de pessoas, o que significa um aumento de mais de 2 milhões de vagas.

A proposta, porém, é que estas vagas sejam usadas para zerar a fila de famílias que estão inscritas no CadÚnico, mas que ainda não fazem parte do Bolsa Família. Atualmente, estas pessoas estão fora do benefício por conta da falta de verba.

Leia também | Auxílio Brasil: Governo lança novo Bolsa Família de R$ 400; veja inscrições

Já o auxílio emergencial é um programa criado durante a pandemia que alcança milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade, inclusive pessoas que fazem parte do Bolsa Família. Atualmente, estima-se que 35 milhões de cidadãos são contemplados com este benefício.

Leia também | Passageiro esquece R$ 1.800 em carro e é surpreendido horas depois

Desta quantidade, cerca de 20 milhões de beneficiários não estão inscritos no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico). Como a participação do Auxílio Brasil exige que o cidadão esteja cadastrado neste banco de dados, eles devem ficar de fora do novo benefício e já devem ficar sem receber o auxílio emergencial em novembro.

Ainda é possível realizar as inscrições no CadÚnico. Para conferir o passo a passo, clique aqui. Quem quer conferir se está cadastrado neste banco de dados do Governo Federal, basta clicar neste link.

Leia também | Auxílio Emergencial: 7ª parcela é paga hoje aos nascidos em fevereiro

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário