Ceará Credi: saiba como solicitar crédito de até R$ 5 mil | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
EMPREENDEDORISMO
Ceará Credi: saiba como solicitar crédito de até R$ 5 mil
O projeto é voltado para incentivar o empreendimento no Estado
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 22 de outubro de 2021
Ceará Credi: saiba como solicitar crédito de até R$ 5 mil
Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Empreender é um desafio, tanto por questões de conhecimento quanto pela necessidade de investimento. E para incentivar este tipo de iniciativa, o Governo do Ceará oferta, desde maio deste ano, o Ceará Credi, programa que garante uma linha de crédito para empreendedores que pode chegar até R$ 5 mil.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Bolsa Família: veja quem recebe na próxima semana

Os interessados podem se inscrever por meio do site oficial do programa, o cearacredi.ce.gov.br. O empréstimo é voltado para microempreendedores (formais e informais), trabalhadores autônomos dos diversos segmentos de produção, artesanato, comércio e serviços, inclusive empreendedorismo social e cultural. Além disso, estão inclusos agricultores familiares que desenvolvam negócios não agrícolas no meio rural.

Leia também | Auxílio para estudantes paga até R$ 2 mil em Fortaleza; veja como se inscrever

Após a realização das inscrições, os agentes de crédito entram em contato com o empreendedor para realizar um levantamento de dados sobre o negócio e a análise da proposta de crédito. Caso a proposta seja aprovada, o cidadão vai assinar o contrato do Ceará Credi e, posteriormente, será liberado o crédito pelo Aplicativo Financeiro do Instituto E-Dinheiro.

Leia também | CNH Popular: cadastros pendentes devem enviar documentos até segunda (25)

Além de ter acesso ao crédito, o programa disponibiliza cursos obrigatórios e gratuitos que são voltados para a área do empreendedorismo. O Ceará Credi conta, ainda, com um grupo prioritário, formado por mulheres vítimas de violência, pessoas com deficiência, egressos do sistema prisional e mulheres chefes de família, que sejam empreendedoras informais e que possuam um negócio e desejam fortalecê-lo.

Leia também | Com Auxílio Brasil, cerca de 20 milhões poderão ficar sem auxílio emergencial em novembro

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário