Auxílio Brasil: veja como será pagamento, valor, calendário, inscrições e quem tem direito | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
ENTENDA O BENEFÍCIO
Auxílio Brasil: veja como será pagamento, valor, calendário, inscrições e quem tem direito
O benefício é o novo programa de transferência de renda do Governo Federal, que foi pensado para substituir o Bolsa Família
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 4 de novembro de 2021
Auxílio Brasil: veja como será pagamento, valor, calendário, inscrições e quem tem direito
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Apesar do pagamento do Bolsa Família ter se encerrado na última semana, o Governo Federal ainda está definindo alguns detalhes sobre o novo benefício, o Auxílio Brasil. Entretanto, como o primeiro pagamento já foi confirmado, para este mês de novembro, diversas informações foram divulgadas recentemente.

A proposta é aumentar o valor do repasse para os beneficiários e expandir a quantidade de pessoas contempladas pelo programa. Porém, para isso, o Governo ainda enfrenta algumas dificuldades, como o teto de gastos e a falta de um fundo que viabilize o benefício.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Atualmente, a equipe econômica aguarda a aprovação do Congresso Nacional da PEC dos Precatórios, uma proposta que busca criar um espaço orçamentário para o Auxílio Brasil de R$ 400. Em seguida, deve ser realizada a votação dos destaques, que são acréscimos à PEC que são feitos pelos deputados.

Como o benefício deve ser pago em breve e diversas pessoas estão aguardando este novo repasse, o portal GCMAIS reuniu as principais informações sobre o Auxílio Brasil. Confira a seguir.

Leia também | Governo oferece prêmio de R$ 20 mil para soluções inovadores de acesso à plataforma Ceará Transparente

Como será o pagamento do Auxílio Brasil? Qual o valor?

O Auxílio Brasil já começa a ser pago neste mês de novembro, mas ainda não será realizado o reajuste máximo no valor do Bolsa Família. Neste primeiro momento, o pagamento será corrigido em 17,84% e será exclusivo para as pessoas que já faziam parte do programa de transferência de renda.

Entretanto, o presidente Bolsonaro tem garantido que o programa deve chegar aos R$ 400 no mês de dezembro. Para isso, há uma expectativa de que a PEC dos Precatórios seja aprovada e crie o espaço necessário no orçamento.

Além disso, o Ministério da Cidadania garante que o programa vai entregar este valor de R$ 400 até o final de 2022, ano eleitoral. Não há qualquer sinalização de como deve ficar o programa após este período, em 2023.

Saiba mais | Auxílio emergencial: Governo avalia nova prorrogação

Qual o calendário do programa?

Com o fim do auxílio emergencial e do Bolsa Família, o Governo precisou acelerar o lançamento do Auxílio Brasil. Já que milhões de brasileiros dependem de uma ajuda financeira para garantir o seu sustento, especialmente durante este período de crise econômica, o Governo decidiu lançar este novo benefício já neste mês de novembro.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o Auxílio Brasil vai seguir o calendário que já havia sido divulgado para o Bolsa Família. Com isso, o pagamento deve começar no dia 17, seguindo um cronograma que tem como base o Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário.

Leia também | Auxílio emergencial acaba em novembro; confira estados que continuam pagamento

Confira o calendário do Auxílio Brasil em novembro

  • Beneficiários com NIS de final 1: 17 de novembro
  • Beneficiários com NIS de final 2: 18 de novembro
  • Beneficiários com NIS de final 3: 19 de novembro
  • Beneficiários com NIS de final 4: 22 de novembro
  • Beneficiários com NIS de final 5: 23 de novembro
  • Beneficiários com NIS de final 6: 24 de novembro
  • Beneficiários com NIS de final 7: 25 de novembro
  • Beneficiários com NIS de final 8: 26 de novembro
  • Beneficiários com NIS de final 9: 29 de novembro
  • Beneficiários com NIS de final 0: 30 de novembro

Leia também | Prefeitura divulga alunos selecionados para programa Bolsa Nota 10

Como fazer inscrição e conseguir uma vaga no Auxílio Brasil?

O número de vagas do Auxílio Brasil também será maior do que as que eram ofertadas para o Bolsa Família. Estima-se que o número de contemplados chegará a 17 milhões de famílias de todo o País.

Porém, isso ainda não acontecerá neste mês de novembro. Neste primeiro momento, serão contempladas apenas as pessoas que recebiam o Bolsa Família e automaticamente passarão para o Auxílio Brasil. Apenas posteriormente os novos contemplados serão adicionados.

“Estamos zerando a fila de pessoas que aguardavam a entrada no programa de transferência de renda permanente e aumentando de forma recorde o valor do benefício”, prometeu o ministro da Cidadania, João Roma.

Segundo o Governo, para receber será preciso estar cadastrado no CadÚnico, a plataforma federal que organiza diversos benefícios sociais. Para saber como se inscrever, clique aqui.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário