FGTS 2022: Caixa Econômica libera novas regras para uso do saldo do fundo de garantia | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
BENEFÍCIO
FGTS 2022: Caixa Econômica libera novas regras para uso do saldo do fundo de garantia
O anúncio foi divulgado esta semana e já consta no Diário Oficial da União.
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 12 de janeiro de 2022
FGTS 2022: Caixa Econômica libera novas regras para uso do saldo do fundo de garantia
Com as mudanças, o trabalhador poderá investir até 50% do seu FGTS em quotas FMP. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A partir de 2022, o trabalhador poderá utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para compra de valores mobiliários. O anúncio foi divulgado esta semana e já consta no Diário Oficial da União, em documento assinado pelo diretor-executivo da Caixa Econômica Federal, Edilson Vianna.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O texto sobre a nova modalidade do FGTS 2022 pontua que agora será possível aplicar até 50% do saldo do Fundo de Garantia em quotas FMPs (Fundos Mútuos de Privatização). Dessa forma, o procedimento poderá ser realizado de forma individual ou através dos Clubes de Investimento, que são administrados por instituição habilitada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Também passa a ser permitido o saque do fundo para o Programa Nacional de Desestatização e projetos estaduais que funcionam de maneira similar aos aprovados pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos.

Leia também | Confira calendário do saque-aniversário do FGTS 2022

Com as mudanças, o trabalhador poderá investir até 50% do seu FGTS em quotas FMP. Isso, claro, por meio de clubes de investimentos ou de forma individual. O regaste do rendimento do Fundo poderá ser solicitado após um ano  da aplicação.

Outras formas de acessar o FGTS 2022

A legislação trabalhista prevê que o FGTS possa ser acessado por meio de diversas situações específicas, que estão previstas na lei que rege o Fundo de Garantia no País.

Conheça alguma dessas situações:

Saque-aniversário (resgate anual de parte do saldo no fundo);
Financiamentos Imobiliários;
Ao se aposentar;
Ao completar 70 anos;
Demissão sem justa causa;
Demissão consensual (liberado 80% do fundo);
Dispensa por falência da empresa ou força maior;
Cidadão desempregado por 3 anos consecutivos;
Em situação de calamidade pública;
Falência do titular (o saque será destinado aos herdeiros).
É possível antecipar um saque do FGTS?
Através do aplicativo Caixa Tem, os trabalhadores com carteira assinada conseguem antecipar o saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). No aplicativo, é possível contratar, no mínimo, R$ 500.

Como conferir o saldo do FGTS?

Para conferir o saldo disponível pós investimento, basta acessar o aplicativo do FGTS, disponível para Android e IOS.

 


Deixe seu comentário