Economia

‘Dinheiro esquecido’: mais de R$ 23 bilhões foram deixados em bancos e esperam retirada

Saiba como fazer a consulta e sacar o dinheiro

Compartilhe:
22 de fevereiro de 2022
Victor Lima
‘Dinheiro esquecido’: mais de R$ 23 bilhões foram deixados em bancos e esperam retirada
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Mais de R$ 23 bilhões estão esquecidos nos bancos, à espera da retirada. São benefícios como abono salarial, fundos públicos, PIS-Pasep, e até prêmios de loteria. Mas muita gente nem sabe que tem esses recursos. Por isso, saiba como reaver esse “dinheiro esquecido”.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Primeiramente, os recursos do PIS e do Pasep, até 1988, eram depositados em cotas em um fundo público. Para ter direito a essas cotas, é preciso ter trabalhado com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988. Para consultar se tem esse recurso e poder retirá-lo, o trabalhador deve acessar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital, pelo Portal Gov.br; ou entrar em contato pelo telefone 158.

Outro dinheiro à espera de beneficiários é o de contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Trabalhadores com carteira assinada demitidos e que ficaram três anos sem trabalhar formalmente podem fazer o saque total dessas contas.

Tem ainda dinheiro parado de cerca de 11 mil segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que receberam benefício por incapacidade, como o antigo auxílio-doença, entre 2002 e 2009, e que tiveram o benefício calculado errado. Neste caso, a consulta deve ser feita pelo portal Meu INSS, ou pelo telefone 135.

Também podem ter saldo a receber pessoas que pediram na Justiça a concessão ou a revisão da aposentadoria ao INSS, e valores de restituição do Imposto de Renda liberados pela Receita Federal.

Leia também | Abono Salarial PIS/Pasep: novos grupos recebem o benefício hoje (22); saiba quem pode sacar

Dinheiro esquecido em loterias

Tem até prêmio da loteria para quem fez uma fezinha, mas não sabe que ganhou, ou até esqueceu que jogou, e não foi buscar o dinheiro. Segundo a Caixa Econômica, só no ano passado, os prêmios esquecidos somaram quase R$ 590 milhões, em todas as modalidades de loteria.