Economia

Endividamento de famílias atinge nível recorde em março, diz CNC

Parcela de famílias com dívidas, em atraso ou não, atingiu 77,5%

Compartilhe:
31 de março de 2022
Assistente de Redação vídeo
Endividamento de famílias atinge nível recorde em março, diz CNC
Foto: GCMAIS/ Jefferson Ribeiro

A parcela de famílias com dívidas, em atraso ou não, no país atingiu 77,5% em março deste ano. Essa é a maior proporção de endividados desde o início da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), em 2010, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Em fevereiro, o percentual era de 76,6%. Já em março do ano passado, a taxa era de 67,3%, de acordo com a Peic.

O percentual de inadimplentes, ou seja, famílias com contas ou dívidas em atraso, chegou a 27,8%, o segundo maior percentual da pesquisa, ficando abaixo apenas daquele registrado no primeiro mês da Peic, em janeiro de 2010 (29,1%). Em fevereiro, taxa ficou em 27% e em março de 2021, 24,4%.

Já as famílias que não terão condição de pagar suas dívidas e contas em atraso somam 10,8%, acima dos percentuais de fevereiro deste ano e de março do ano passado (ambos 10,5%).

O cartão de crédito responde por 87% dos motivos de endividamento no país, seguido pelos carnês (18,7%), financiamento de carro (11,2%), crédito pessoal (9,4%) e financiamento de casa (8,6%).

Leia também | Feirão Limpa Nome da Serasa termina hoje (31); saiba como quitar as dívidas com desconto de até 99%