Imposto de Renda: primeiro lote de restituição pode ser consultado a partir desta terça-feira (24) | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
IRPF 2022
Imposto de Renda: primeiro lote de restituição pode ser consultado a partir desta terça-feira (24)
Na lista, estão grupos considerados prioritários, como pessoas com 60 anos ou mais, que possuem deficiência física, mental ou doença grave e professores
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 24 de maio de 2022
Imposto de Renda: primeiro lote de restituição pode ser consultado a partir desta terça-feira (24)
Foto: Agência Brasil

A Receita Federal abre nesta terça-feira (24) a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2022, que beneficia 3 milhões 380 mil contribuintes.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Na lista, estão grupos considerados prioritários, como pessoas com 60 anos ou mais, que possuem deficiência física, mental ou doença grave e professores. As restituições somam cerca de R$ 6,3 bilhões e o dinheiro será depositado nas contas na próxima terça-feira, 31 de maio.

Também é possível consultar lotes residuais de anos anteriores, de contribuintes que caíram na malha fina e já regularizaram a situação. O acesso pode ser feito pelo aplicativo, no celular ou tablet, ou pela página da Receita na internet.

Imposto de Renda: 27% dos contribuintes ainda não enviaram declaração

Um balanço divulgado pela Receita Federal aponta que 25.094.079 pessoas já haviam enviado suas declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022, ano-base 2021.

O número equivale a cerca de 73% do total de 34,1 milhões de declarações esperadas. O prazo final para entrega da declaração é dia 31 de maio. Nesse mesmo dia, começa a ser pago o primeiro lote de restituição.

“Não deixe para a última hora. A oito dias do encerramento do prazo para a entrega da declaração é bom alertar que quem estiver obrigado a entregar a declaração e não o fizer até o fim do prazo estará sujeito à multa”, alertou a Receita em nota.

Leia também | Imposto de Renda: 27% dos contribuintes ainda não enviaram declaração

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário