Trabalhadores receberão lucro bilionário do FGTS a partir de agosto; entenda | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
DINHEIRO EXTRA
Trabalhadores receberão lucro bilionário do FGTS a partir de agosto; entenda
O montante em bilhões será divulgado pela Caixa Econômica Federal até o fim de julho
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 19 de junho de 2022
Trabalhadores receberão lucro bilionário do FGTS a partir de agosto; entenda
Foto: Pixabay

Quem possui conta ativa ou inativa no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) deve receber, até 31 de agosto, a distribuição do lucro bilionário sobre o saldo global do fundo em 2021. O montante em bilhões será divulgado pela Caixa Econômica Federal até o fim de julho. 

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

No entanto, a parcela a ser distribuída ainda será confirmada pelo Conselho Curador do FGTS, formado por representantes do governo, trabalhadores e empresas. No ano passado, 96% sobre o lucro líquido de 2020 ficaram com os trabalhadores, no montante de R$ 8,1 bilhões. O saldo total foi de R$ 8,5 bilhões.

Lucro bilionário do FGTS

Na prática, a cada R$ 100 em conta no FGTS, o trabalhador recebeu R$ 96. O dirigente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), João Abelha Neto, disse à Folha de São Paulo que o valor deste ano pode ser menor, por causa da inflação acima de 10% medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2021. O FGTS tem 190 milhões de contas ativas e inativas. 

Cinco coisas que você não sabe sobre o saque-aniversário do FGTS

O trabalhador que deseja aderir ao saque-aniversário precisa formalizar o seu pedido à Caixa Econômica Federal até o último dia do mês de aniversário. Se o pedido não for feito no prazo, ele ainda poderá fazer o saque nas demais situações previstas em lei. A parcela anual do saque-aniversário poderá ser resgatada somente no ano seguinte.

Os saques anuais do FGTS estão sujeitos a limite de retirada. O valor permitido representa uma alíquota do saldo da conta do trabalhador, de acordo com o montante, mais uma parcela adicional fixa. Quanto maior o valor em conta, menor o percentual.

O optante pelo saque-aniversário tem direito a antecipação de até 5 parcelas do saque. A operação funciona como um empréstimo, na qual o saldo do próprio FGTS serve como garantia. A vantagem para o consumidor é que a obtenção de crédito pessoal com esta garantia dispensa avaliação de risco e gera uma redução no custo do empréstimo, uma vez que a Caixa cobra juro mensal de 1,49% mensais.

O saque-aniversário fica disponível por três meses, a contar do primeiro dia útil do mês em que o trabalhador nasceu. Por exemplo, quem faz aniversário em maio pode sacar a partir do início do mês até o fim de julho, considerando os dias úteis.

A adesão pela modalidade pode ser vantajosa para alguns trabalhadores. Aqueles que têm como objetivo fazer o resgate e destinar o dinheiro a um propósito específico, como abater uma dívida ou fazer uma aplicação financeira, podem se beneficiar. Se o saldo no fundo é pequeno, a retirada também pode ser uma boa alternativa, desde que seja bem utilizada. Porém, caso haja o risco de ser demitido sem justa causa, compensa mais manter o dinheiro no fundo e receber a rescisão, tendo em vista o cenário de instabilidade econômica e a taxa de desemprego do país.

Leia também | 5 coisas que você não sabe sobre o saque-aniversário do FGTS

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário