Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
NESTA TERÇA (1º)
Manifestantes de Fortaleza fazem protesto contra realização da Copa América no Brasil
As manifestações estão marcadas para acontecer em Fortaleza e outras cidades brasileiras
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 1 de junho de 2021
Manifestantes de Fortaleza fazem protesto contra realização da Copa América no Brasil
Foto: Divulgação

Um grupo de manifestantes do Fortaleza está marcando para a tarde desta terça-feira (1º) um protesto contra a realização da Copa América no Brasil. O protesto está marcado para acontecer às 16h em frente ao estádio Presidente Vargas, no Benfica.

O ato em Fortaleza faz parte de uma ação nacional que está sendo organizada pelo “Movimento Juntos!”. Além da Capital do Ceará, outras cidades brasileiras devem receber protestos nesta terça-feira (1º), marcados para acontecer no Mané Garrincha (DF), Maracanã (RJ), Arena das Dunas (RN) e no MASP (SP).

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Em entrevista ao GCMAIS, Maraya Melo, militante do Movimento Juntos, falou sobre os protestos:

“Ontem, fomos surpreendidos com a notícia de que o Bolsonaro aceitou que o Brasil fosse sede da Copa América, correndo o risco de ter público na final. E é um verdadeiro absurdo, estamos quase na marca de meio milhão de mortos por Covid-19, e a prioridade do presidente é sediar a Copa América, sem termos as mínimas condições sanitárias. Nossa luta é pela vacina para nosso povo, pelo fim do desmonte da educação e do meio ambiente”, disse Maraya.

Governo Federal diz que Copa América no Brasil ainda está em negociação

O ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, declarou na segunda-feira (31) que a realização da Copa América no Brasil ainda está em negociação entre o governo federal e a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), por meio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Pela manhã, a entidade confirmou a mudança de sede do torneio, que seria realizado na Argentina e na Colômbia, mas será transferido para o Brasil.

“Ainda não tem nada certo, quero pontuar de uma forma bem clara, estamos no meio do processo, mas não vamos nos furtar a uma demanda, caso seja possível, de atender”, afirmou o ministro em declaração à imprensa no Palácio do Planalto.

Segundo Ramos, o governo estabeleceu exigências nas primeiras conversas que manteve com a CBF. “São 10 times, com dois grupos, 65 pessoas por cada delegação. Todos vacinados. Foi a imposição que nós tratamos com a CBF. Até agora, não há documento firmado, apenas essas tratativas. Bem como a seleção brasileira também será vacinada”, destacou.

Leia também | CPI da Covid: Randolfe quer convocar presidente da CBF para discutir Copa América no Brasil


Deixe seu comentário