Operação em residencial no José Walter combate ameaças contra moradores e atuação de facções | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
NESTA QUARTA-FEIRA
Operação em residencial no José Walter combate ameaças contra moradores e atuação de facções
A Operação Domus reúne diversos agentes das forças de segurança e fiscalização do Estado
IURY FIGUEIREDO COM MIGUEL ANDERSON COSTA
Postado em 21 de julho de 2021
Operação em residencial no José Walter combate ameaças contra moradores e atuação de facções
Foto: Miguel Anderson Costa / GCC

Na manhã desta quarta-feira (21), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deflagra a segunda fase da Operação Domus, que tem como finalidade detectar diversas irregularidades em bairros de Fortaleza. Desta vez, a ação acontece no Residencial Cidade Jardim, no bairro José Walter.

Leia também | Operação cumpre mandado de prisão contra PM apontado como líder de organização criminosa

Os agentes buscam combater irregularidades relacionadas às ameaças sofridas por moradores da região, além de furtos de energia e identificar pessoas que estão com mandado de prisão em aberto, mas circulam livremente pelo bairro. A Operação Domus também busca fiscalizar indivíduos que são monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

A operação no residencial no José Walter reúne agentes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Polícia Civil (PCCE), do Corpo de Bombeiros (CBMCE), da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e funcionários da Enel. Além disso, também conta como auxílio de uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<

Confira mais informações sobre a operação no residencial no bairro José Walter

Primeira fase da Operação Domus

A primeira fase desta operação foi deflagrada no dia 15 de julho, buscando combater as irregularidades no Residencial Alameda das Palmeiras, no bairro Ancuri. Na ocasião, 14 pessoas foram presas, sendo 13 por furto de energia e uma de um homem que estava com mandado aberto por homicídio.

“Destaco que essa operação será permanente, com finalidade de fortalecer a presença do Estado nesses conjuntos habitacionais. Com apoio da inteligência da Secretaria, as Forças de Segurança e agentes municipais ordenam o espaço público e garantem o bem-estar dos residentes”, garante o gestor da SSPDS, Sandro Caron, durante esta primeira fase.

Leia também | Operação Gênesis: policiais escoltavam cargas de drogas e alertavam traficantes sobre ações da PM

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário