Com arma de fogo, homem tenta furar fila da vacinação no Centro de Eventos | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
CONFUSÃO
Com arma de fogo, homem tenta furar fila da vacinação no Centro de Eventos
O caso gerou correria e desespero para as pessoas que estavam no local e a vacinação foi momentaneamente suspensa
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 24 de novembro de 2021
Com arma de fogo, homem tenta furar fila da vacinação no Centro de Eventos
Foto: Reprodução

Na manhã desta quarta-feira (24), o Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, foi palco de uma confusão que acabou suspendendo a vacinação contra a Covid-19 por alguns minutos. Segundo informações apuradas pela reportagem da TV Cidade Fortaleza, um homem que estava portando uma arma de fogo estava tentando furar a fila da vacina e acabou entrando em conflito com outras pessoas que estavam no local. O caso terminou com o rapaz apontando a arma para outras pessoas e desespero de quem estava no espaço.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Quedas da própria altura somam cerca de 11 mil atendimentos de emergência no Ceará em 2021

Por conta da briga, a vacinação contra a Covid-19 no Centro de Eventos foi temporariamente suspensa, mas retornou alguns minutos depois. A confusão aconteceu no local em que ficam as pessoas que estão esperando para receber o imunizante. É importante lembrar que, nesta quarta-feira, estudantes da Rede Municipal de Educação estavam no local, esperando para tomar a 1º dose.

Leia também | CNH Popular: Detran divulga datas e locais dos próximos atendimentos; veja a lista

Por volta das 13h, quando a reportagem da TV Cidade Fortaleza chegou ao local, a situação já teria se normalizado e a confusão já havia se encerrado. De acordo com informações preliminares, o homem que estava com a arma de fogo conseguiu sair normalmente do Centro de Eventos. Quando os agentes da Polícia chegaram ao local, o suspeito já havia se evadido.

Algumas pessoas que estavam no local no momento da confusão registraram a correria após o homem puxar a arma de fogo. Confira no vídeo a seguir:

Leia também | Auxílio Brasil é pago hoje a novos beneficiários; saiba quem recebe

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que “as vítimas foram orientadas a registrar um Boletim de Ocorrência (BO) na Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE). O caso é apurado pelo 26º Distrito Policial (DP), delegacia distrital que cobre a região em questão”.

O órgão informa, ainda, que “as denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia”.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Leia também | Brasil não tem recursos para Auxílio Brasil permanente de R$ 400, diz ministro da Cidadania


Deixe seu comentário