Sapiranga tem tiroteio com dois feridos doze dias após chacina | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
SEGURANÇA
Sapiranga tem tiroteio com dois feridos doze dias após chacina
A ação acontece doze dias após chacina que vitimou cinco pessoas na região
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 7 de janeiro de 2022
Sapiranga tem tiroteio com dois feridos doze dias após chacina
Foto: Pexels

No bairro Sapiranga, palco da última chacina registrada no Ceará, dois homens foram atingidos por armas de fogo, na última quinta-feira (6), após tiroteio. A ação acontece doze dias após chacina que vitimou cinco pessoas na região.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<

Tiroteio após Chacina da Sapiranga

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não repassou o estado de saúde das vítimas. A pasta informou que uma equipe da Polícia Militar (PMCE) foi acionada e fez buscas para tentar identificar a autoria da lesão corporal a bala.

Nenhum suspeito foi preso. As investigações são desenvolvidas pelo 26º Distrito Policial (26º DP), unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará que atende a região.

Leia mais | Crime teria chefe de facção apontado entre as vítimas

Crime

Cinco pessoas foram assassinadas e outras seis ficaram feridas em uma chacina no Bairro Sapiranga, em Fortaleza, na madrugada do dia 24 de dezembro de 2021. As vítimas estariam festejando o Natal quando criminosos armados e encapuzados chegaram disparando vários tiros. Houve correria e algumas pessoas tentaram se esconder dentro de casa.

Quatro vítimas teriam passagem pela polícia e uma ainda não foi identificada. Um dos mortos, John Lennon Holanda, era irmão de um homem conhecido como Chiquinho, que foi assassinado há três dias no bairro Paupina.

Após os tiros, de acordo com testemunhas, os suspeitos fugiram em um carro e em duas motocicletas. Em menos de dez horas após o crime, a polícia prendeu oito suspeitos de participar da chacina e apreendeu seis armas que teriam sido usadas na ação. Segundo a polícia, a motivação seria briga entre facções criminosas.

De acordo com as informações policiais, as vítimas, com idades entre 15 e 26 anos. Quatro adultos já possuíam antecedentes pelos crimes de integrar organização criminosa, associação criminosa, tráfico de drogas, porte e posse ilegal de arma de fogo, roubo, receptação e contravenção penal por perturbação do sossego alheio.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário