Cinco pessoas são resgatadas de afogamentos no fim de semana, na Praia do Futuro | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
FORTALEZA
Cinco pessoas são resgatadas de afogamentos no fim de semana, na Praia do Futuro
65 prevenções de afogamentos foram realizadas pela 1ªCSMar/BBS
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 17 de janeiro de 2022
Cinco pessoas são resgatadas de afogamentos no fim de semana, na Praia do Futuro
Foto: Corpo de Bombeiros

Durante o fim de semana, dias 14 a 16, cinco pessoas vítimas de afogamentos foram salvas e uma criança perdida foi encontrada por equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará, na Praia do Futuro. 65 prevenções de afogamentos foram realizadas pela 1ª Companhia de Salvamento Marítimo do Batalhão de Busca e Salvamento (1ªCSMar/BBS).

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Afogamentos na Praia do Futuro

Conforme o levantamento, quatro pessoas foram resgatadas na última sexta-feira (14), sendo um deles um turista de São Paulo. No sábado (15), uma criança de Goiânia teria se perdido dos pais, sendo encontrada pela equipe de salva vidas e entregue aos responsáveis. No domingo (16), mais um resgate de vítima de afogamento foi registrado. Também foi disponibilizado um apoio da equipe bombeirística a um pescador.

Na orla marítima são disponibilizados 23 postos de guarda-vidas, contendo 55 oficiais do Corpo de Bombeiros. O CBMCE disponibiliza nove quadriciclos, cinco viaturas, quatro motos aquáticas e duas ambulâncias do tipo resgate do Batalhão de Socorro de Urgência (BSU). Os equipamentos são usados por equipes da 1ª e 2ª CSMar/BBS, da 3ª Companhia do 4º Batalhão de Bombeiros Militar (3ªCia/4ºBBM) com sede em Aracati e pelo Posto Avançado de Jericoacoara.

Leia mais | Bombeiros alertam para aumento do risco de afogamentos com o período de ventos fortes

Orientação para evitar afogamentos

– As pessoas precisam estar atentas às “correntes de retorno”, que é um canal que cria uma falsa aparência de tranquilidade e praticamente sem ondas. Isso ocorre devido à profundidade do local. Sempre que há pontos com esse tipo de fenômeno, o Corpo de Bombeiros coloca uma placa indicando os banhistas sobre os riscos. É importante que a população obedeça à sinalização para evitar afogamentos e outros acidentes;

– Como orientado anteriormente pelo 1º tenente Gerdean, é importante que as pessoas que estejam ingerindo bebida alcoólica não entrem no mar;

– É importante ainda que os banhistas sempre observem se existe alguma equipe de guarda-vidas próxima ao local. Em casa de afogamento ou outros incidentes, o atendimento realizado por esses profissionais fará toda a diferença;

– Procure informações sobre o local, profundidade, correnteza e nunca deixe crianças desacompanhadas;

– Os postos de guarda-vidas possuem pulseiras para crianças. O pequeno apetrecho servirá para localizar os pais ou responsáveis caso os pequenos venham a se perder;

– Outra importante medida é manter o distanciamento social e fazer o uso da máscara facial e do álcool em gel.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

 


Deixe seu comentário