Pacientes ateiam fogo em enfermarias do Hospital de Saúde Mental, em Fortaleza | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
INCÊNDIO
Pacientes ateiam fogo em enfermarias do Hospital de Saúde Mental, em Fortaleza
Sete extintores foram utilizados pelos seguranças de plantão da unidade de saúde para controle de incêndio. Os bombeiros realizaram o rescaldo das estruturas
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 13 de junho de 2022
Pacientes ateiam fogo em enfermarias do Hospital de Saúde Mental, em Fortaleza
Foto: Divulgação

Em Fortaleza, um incêndio atingiu duas enfermarias do Hospital de Saúde Mental de Messejana, na tarde do último domingo (12). Conforme o Corpo de Bombeiros (CBMCE), o fogo teria sido causado por pacientes da unidade.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Hospital de Saúde Mental

Sete extintores foram utilizados pelos seguranças de plantão da unidade de saúde para controle de incêndio. Os bombeiros realizaram o rescaldo das estruturas.

Seis camas, um ventilador e as lâmpadas das enfermarias foram danificados. O Hospital de Saúde Mental de Messejana acolhe pacientes “com quadros psiquiátricos agudos ou com episódios de reagudização de quadros crônicos”. A unidade hospitalar ainda não se posicionou pelo ocorrido.

Polícia Militar encerra rinha e resgata 100 galos em maus tratos em Itapajé, Ceará

Neste sábado (11), a Polícia Militar fechou local que praticava rinha de galo e ainda resgatou 100 galos que eram mantidos em condição de maus tratos, no bairro Piçarra, em Itapajé, Ceará. No local, os PMs apreenderam agulhas, bicos de ferro, tesouras, esporas, facas, linhas, medicações, seringas e diversos materiais usados para a promoção de rinha de galo. Um homem foi detido e apresentado à delegacia local.

Leia também Justiça do Rio nega liminar de defesa do ex-vereador Jairinho

A ação aconteceu logo depois da PMCE  recebeu uma denúncia acerca de maus tratos contra animais naquela região. Ao chegarem no local, os militares observaram uma movimentação de pessoas manejando galos e equipamentos em atitudes suspeitas. No ambiente, os policiais avistaram cinco indivíduos ao redor de um tambor utilizado para a arena de combate das aves.

Diante da quantidade de aves no local, também foi solicitado apoio do Demutran de Itapajé e da secretaria de Infraestrutura da Cidade. O suspeito por promover o evento, identificado como José Fabiano Chaves Gomes, 55, se apresentou como proprietário do local e dos animais. Foi dada voz de prisão ao homem que foi levado para a Delegacia Regional de Itapipoca, onde foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para investigar o crime ambiental. As aves foram encaminhadas para o Instituto Municipal de Meio Ambiente.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário