Trecho da Messejana será bloqueado para viabilizar obras de requalificação | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
FORTALEZA
Trecho da Messejana será bloqueado para viabilizar obras de requalificação
O bloqueio se faz necessário para a construção de um sistema de drenagem, nova pavimentação asfáltica e novas calçadas padronizadas
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 21 de junho de 2022
Trecho da Messejana será bloqueado para viabilizar obras de requalificação
Foto: Prefeitura de Fortaleza

O trecho da Rua Joaquim Felício entre as ruas Cel. Francisco Pereira e Cesário Lange, em Messejana, será bloqueado para a execução das obras de requalificação viária, a partir da próxima segunda-feira (27/06). O bloqueio se faz necessário para a construção de um sistema de drenagem, nova pavimentação asfáltica e novas calçadas padronizadas.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Trecho da Messejana

De acordo com gestão municipal, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) dará suporte operacional à intervenção, realizada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf). Em virtude da interdição provisória, os motoristas que seguem na Rua Joaquim Bento devem entrar à direita na Rua Cesário Lange, à esquerda na Rua Bady Miguel e à esquerda novamente na Rua Pe. Pedro de Alencar.

As intervenções têm duração de 60 dias e fazem parte do projeto Meu Bairro Empreendedor Messejana.

Sobre a obra

O projeto prevê a requalificação de sete vias do bairro: Rua Joaquim Felício, R. Padre Pedro de Alencar, R. Cel. Francisco Pereira, R. Dr. Pergentino Maia, R. Joaquim Bezerra, R. Manoel Castelo Branco e R. Cel. Guilherme Alencar. Ao todo, mais de 43 mil m² de área serão urbanizados com as obras que irão transformar os principais corredores comerciais do bairro e fomentar a economia local, trazendo mais opções de emprego e renda.

As obras terão duração de 12 meses e após concluídas a região contará com novo sistema de drenagem, nova pavimentação, novas calçadas, paisagismo, mobiliários urbanos, como lixeiras, bancos, jardineiras e para-ciclos, itens de acessibilidade como piso tátil, rampas e passagens elevadas para pedestres, além da construção de bolsões para embarque e desembarque.

Orçadas em R$ 4,5 milhões as obras contam com cerca de 20% de execução.

Leia mais | Trecho da Beira-Mar é bloqueado para viabilizar obras da Cagece

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário