Países que estão com vacinação avançada relaxaram medidas e desobrigam o uso de máscaras | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
COVID-19
Países que estão com vacinação avançada relaxaram medidas e desobrigam o uso de máscaras
População de alguns países, como Estados Unidos, Nova Zelândia, Israel e Austrália, já circula sem máscara
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 15 de junho de 2021
Países que estão com vacinação avançada relaxaram medidas e desobrigam o uso de máscaras
Foto: Anna Shvets / Pexels

Para os brasileiros poder circular pelas ruas, shoppings, restaurantes e outros locais sem usar máscaras ainda parece um sonho longe de alcançar.  Mas isso já é uma realidade em alguns países como Estados Unidos, Israel, Austrália e Nova Zelândia. O uso da máscara tem sido umas das principais armas usadas no combate a Covid-19. O coronavírus e suas variantes já fizeram milhões de vítimas em todo mundo desde o início da pandemia, há pouco mais de um ano.

Leia também | Fortaleza realiza mutirão de cadastro para vacinação contra a covid-19; confira os locais

Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro chegou a defender a ideia de dispensar o uso de máscara em pessoas que já tiveram a doença ou já foram vacinadas. A posição do presidente gerou polêmica e o fez recuar em seguida. Bolsonaro transferiu a responsabilidade para os estados e o próprio Ministério da Saúde.

Segundo dados publicados pelo site https://covid.saude.gov.br/ registrados até domingo (13) o Brasil tem atualmente 486.401 mortes por Covid-19. Medidas restritivas, como distanciamento social, são descumpridas e, em várias capitais do País, há registros de aglomerações.  Em contrapartida, estados e municípios estão numa verdadeira corrida contra o tempo para imunizar a população. De acordo com especialistas em saúde, para que possamos chegar até esse estágio aqui no Brasil os níveis de transmissão da covid-19 precisam estar queda, e a cobertura vacinal da população deve estar em pelo 75%.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Enquanto isso, o Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, deu carta branca ao país para desobrigar pessoas com vacinação completa do uso de máscara. Porém, em locais que mantém um fluxo intenso de pessoas, como hospitais e transporte coletivo, o uso da máscara ainda se faz necessário. O país agilizou o processo de vacinação e foi rigoroso nas medidas restritivas, assim como fiscalizações em locais com maior risco de contágio e aglomerações.

Na Austrália, a população começou a deixar a máscara de lado no último dia 17 de maio. A circulação do vírus está praticamente controlada e a última morte por Covid-19 foi registrada em abril, segundo dados do Our World in Data. A exemplo dos Estados Unidos, o país também investiu num rastreamento maciço das pessoas. Fronteiras foram fechadas para conter a entrada do vírus e qualquer tipo de evento que gerasse aglomeração.

Leia também | Ministério da Saúde confirma 41 casos de covid-19 na Copa América

Os israelenses também estão podendo circular sem máscaras pelo em locais abertos do país desde abril. Em Israel, aos poucos a vida vai voltando à realidade de antes da pandemia. Segundo o Jornal El PAÍS, apesar do avanço, a população continua sendo orientada a usar máscara em ambientes fechados e cumprir medidas de distanciamento social. Ainda de acordo com o jornal, em abril, mais da metade da população (54%), há havia tomado as duas doses da vacina Pfizer – BioNtech.

A Nova Zelândia também está livre das máscaras. Com uma população de quase 5 milhões de habitantes, o País investiu pesado nas medidas restritivas e desde o início da pandemia. Logo que os primeiros casos foram confirmados, todas as fronteiras foram fechadas assim como a testagem em massa da população. Hoje estão permitidos festivais e shows com pessoas sem máscaras.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Enquanto no Brasil estamos chegando a quase meio milhão de mortes pela doença, até o o último mês de março, a Nova Zelândia registrou apenas seis óbitos por Covid-19.

Por enquanto, no Brasil, a pandemia continua ceifando vidas, e um alerta de terceira onda já soou pelos especialistas em saúde. Cabe aos estados e municípios avançar na vacinação em massa, e a população cumprir as medidas sanitárias para que só assim possa comemorar a desobrigação do uso de máscara.


Deixe seu comentário