Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
política
Deputada Flordelis tem perda de mandato aprovada pelo Conselho de Ética
A decisão da cassação depende de votação no plenário da Câmara
DÉBORA BRITTO
Postado em 8 de junho de 2021
Deputada Flordelis tem perda de mandato aprovada pelo Conselho de Ética
Flordelis é acusada de mandar matar o marido Anderson do Por 16 votos a 1, os deputados aprovaram o relatório do deputado Alexandre Leite (DEM-SP), apresentado na última semana. O único voto a favor de Flordelis foi o de Márcio Labre (PSL-RJ). (Foto: Reprodução/Record TV)

O Conselho de Ética da Câmara decidiu nesta terça-feira (8), cassar o mandato da deputada Flordelis (PSD-RJ). A parlamentar é acusada de ser mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em 2019.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Por 16 votos a 1, os deputados aprovaram o relatório do deputado Alexandre Leite (DEM-SP), apresentado na última semana. O único voto a favor de Flordelis foi o de Márcio Labre (PSL-RJ).

A partir de agora, a decisão deve passar pela Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) para depois seguir para a análise em plenário.

Entretanto, ainda não há data para a votação e Flordelis poderá recorrer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. A deputada Flordelis perde o mandato caso sejam reunidos 257 votos, isto é, a aceitação da maioria absoluta dos deputados que é 513.

Leia também |  Na CPI da Pandemia, Marcelo Queiroga defende Copa América no Brasil

Acusação

O Ministério Público do Rio de Janeiro acusa a deputada Flordelis de ter sido a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019. A parlamentar Flordelis responde por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, emprego de meio cruel e de recurso que impossibilitou a defesa da vítima), tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada.

Flordelis não pode ser presa, devido a imunidade parlamentar, Flordelis não pode ser presa, já que apenas flagrantes de crimes inafiançáveis são passíveis de prisão.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário