Pamella Holanda anuncia criação de ONG para ajudar mulheres vítimas de agressão doméstica | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
EX-MULHER DE DJ IVIS
Pamella Holanda anuncia criação de ONG para ajudar mulheres vítimas de agressão doméstica
A influencer agora busca apoio para viabilizar o projeto.
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 27 de outubro de 2021
Pamella Holanda anuncia criação de ONG para ajudar mulheres vítimas de agressão doméstica
Foto: Reprodução / Instagram

Ex-mulher de DJ Ivis, a digital influencer Pamella Holanda anunciou nesta quarta-feira (27), em suas redes sociais, a criação de uma ONG para ajudar mulheres vítimas de agressões doméstica. A informação foi divulgada cinco dias após o cantor deixar a prisão, onde ficou detido por três meses.  

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Pamella Holanda informou que se reuniu com representantes da Prefeitura de Fortaleza para buscar incentivo para viabilizar o Instituto, que leva o seu nome. Ela diz estar muito animada com o projeto, que tem como objetivo oferecer amparo a mulheres vítimas de violência doméstica. 

Leia também | Após soltura de Dj Ivis, Pamella Holanda diz que não se sente segura

“Estou, de verdade, muito empolgada. Eu acho que agora sim eu sinto que estou abraçando o meu propósito”, explicou. “Quero ajudar as mulheres que já sofreram violência doméstica e eu estou super empolgada”, completou a mulher. 

Pamella Holanda denunciou agressões há três meses

Na noite do dia 11 de julho, a arquiteta Pamella Holanda publicou uma sequência de vídeos que mostram o ex-esposo desferindo socos, chutes, empurrões e outras agressões contra ela. Em seguida, o homem se defendeu, afirmando que estava sendo vítima de chantagens. Ainda durante a noite, diversos artistas se manifestaram sobre o caso e repudiaram a violência contra a mulher. Na ocasião, a Polícia Civil informou que o DJ Ivis estava sendo investigado pelas agressões.

Soltura de DJ Ivis

DJ Ivis foi solto na noite desta sexta-feira (22) e deixou o presídio de Aquiraz por volta das 22h15min, horas após a Justiça do Ceará decidir pela soltura do cantor.  Agora, DJ Ivis responderá pelos crimes aos quais é processado: lesão corporal, ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica.

O cantor estava preso desde o dia 14 de julho, três dias após a divulgação dos vídeos que mostram as violências contra a então esposa , Pamella Holanda. Na ocasião, a Polícia Civil do Ceará realizou a prisão preventiva do músico em seu apartamento, no Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

A captura de DJ Ivis ocorreu por força de um mandado de prisão preventiva representado pela Polícia Civil do Ceará (PC-CE), por meio da Delegacia Metropolitana do Eusébio, unidade responsável por investigar o fato.

 


Deixe seu comentário