PT ameaça romper com PDT na disputa ao Governo do Estado após críticas de Ciro Gomes | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
CRISE POLÍTICA NO CEARÁ
PT ameaça romper com PDT na disputa ao Governo do Estado após críticas de Ciro Gomes
Ciro não poupou críticas a uma parte do Partido dos Trabalhadores aqui do estado, falando em divergências claras entre o PDT e alguns petistas
EUMAR LIMA
Postado em 3 de maio de 2022
PT ameaça romper com PDT na disputa ao Governo do Estado após críticas de Ciro Gomes
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Após declarações de Ciro Gomes, pré-candidato a presidente da República do PDT, ao PT nacional, dizendo, inclusive, haver um “lado corrupto” também no PT do Ceará, começou uma verdadeira crise institucional entre os dois partidos.

“E é bom que todo mundo sabia que esse acordo vai acontecer se o interesse do Ceará estiver acima. Se for com negócio de conchavo, de picaretagem, eu topo enfrentar o PT também”, afirmou.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Ciro não poupou críticas a uma parte do Partido dos Trabalhadores aqui do estado, falando em divergências claras entre o PDT e alguns petistas.

“Porque eu não vou me submeter a um lado corrupto do PT que também existe no Ceará”.

Em seguida, o presidenciável criticou a ex-prefeita Luizianne Lins, dando a entender que ela e Capitão tenham o mesmo pensamento.

“Dona Luizianne, já na eleição passada, se omitiu no enfrentamento do Capitão porque está lá entranhada com ele”.

Ciro Gomes defendeu o ex-prefeito Roberto Cláudio (PDT), cuja a candidatura para governador o PT resiste.

“Qual é o defeito, por exemplo, do Roberto Cláudio? Porque ele pegou todas as escolas de Fortaleza nomeadas por vereador, três anos de greve. E consertou a escola de Fortaleza, que era a pior avaliação do Ceará. Todo posto de saúde de Fortaleza, por essa gente aí, esse lado corrupto do PT, era nomeado por cabo eleitoral e por vereador”.

Ciro não poupou críticas a Lula, a quem ele chama de amigo.

“O Lula tá cansado, sou amigo do Lula há muitos anos, ajudei o Lula muitas vezes, em muitas ocasiões. E hoje os inimigos dele são os amigos de infância e eu virei o inimigo preferencial. Tá tudo certo.”

As declarações desagradaram a cúpula do PT, não só no Ceará, mas no país. Aqui, PT e PDT têm aliança há duas eleições estaduais, desde que Camilo Santana, petista, foi o escolhido pelos Ferreira Gomes para suceder Cid. O diretório estadual emitiu nota criticando as falas de Ciro.

“As declarações de Ciro Gomes são de extrema agressividade, capazes inclusive de interditar de vez os esforços até então empreendidos pela manutenção da aliança com o PDT no Ceará. Realizaremos reunião extraordinária da Executiva Estadual, amanhã, 04/05 para deliberações a esse respeito”, diz a nota assinada por Antônio Alves Filho, presidente do Partido dos Trabalhadores do Ceará.

Leia também | Região Metropolitana de Fortaleza apresenta redução de 36,4% nos crimes provocados por mortes violentas

Nesse mesmo sentido, Vladyson Viana, que foi candidato a vice-prefeito na chapa de Luizianne Lins em 2020, criticou duramente o presidenciável.

“Ciro Gomes numa mistura de desespero e arrogância reproduz o imperador Nero ao incendiar Roma e tenta destruir uma aliança que promoveu importantes conquistas nas políticas públicas do governo do Ceará, principalmente na educação liderada por nossa governadora Izolda Cela”, escreveu ele numa rede social.

Já a governadora do Ceará, Izolda Cela, colocou panos quentes na situação, falando da aliança entre os partidos que formam o governo do Ceará.

“Gostaria de expressar todo o meu respeito à aliança de partidos que ajuda a governar o Ceará e tem contribuído para os muitos avanços do nosso estado nesses últimos anos. PDT, PT, MDB, PSD e tantos outros que integram nosso Governo têm sido fundamentais em todo esse processo”, escreveu.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário