Cidades

Mais de 180 armas de fogo e quase 3 mil munições foram apreendidas no interior do Ceará 

Em comparação aos seis meses de 2021, o primeiro semestre de 2022 apresentou uma retração de 66,7%

Compartilhe:
22 de julho de 2022
Victor Mendes
Mais de 180 armas de fogo e quase 3 mil munições foram apreendidas no interior do Ceará 
Foto: Reprodução

No primeiro semestre deste ano, 182 armas de fogo e 2.978 munições foram apreendias no interior do Estado, pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), por meio do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi). Os números são um resultado das operações e ações ostensivas e preventivas em combate aos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) e Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVPs).

Também nos primeiros seis meses de 2022, o Bepi apreendeu 47 veículos, recuperou 118 aparelhos celulares roubados ou furtados e prendeu 219 pessoas suspeitas de participação em práticas criminosas. Em comparação aos seis meses de 2021, o primeiro semestre de 2022 apresentou uma retração de 66,7%, indo de três crimes registrados no ano passado para um, neste ano. O batalhão especializado contribuiu para a redução em ações contra instituições financeiras em todo o Estado.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Apreensões de entorpecentes

O balanço do Bepi, que engloba o primeiro semestre de 2022, contempla também as apreensões de entorpecentes. Foram 147 quilos de maconha, dez quilos de crack e 6,5 quilos de cocaína.

O Batalhão Especializado em Policiamento do Interior (Bepi) é uma unidade que atua em suplementação às demais unidades operacionais da Polícia Militar, no interior do Estado. Ele é composto por duas companhias: a 1ª Companhia do 4° Batalhão (Bepi/Cotar) e a Companhia de Operações de Divisas (COD), que são responsáveis por realizar o patrulhamento tático rural.

Submetralhadora e munições são apreendidas  em Fortaleza

Ação da Polícia Militar apreendeu uma submetralhadora .40, um carregador e três munições em uma viela do bairro Sapiranga, em Fortaleza. A apreensão ocorreu durante a noite da última quarta-feira (29).

A composição da Força Tática do 19º Batalhão da Polícia Militar foi acionada sobre um ponto em que estariam integrantes de um grupo criminoso. Um procedimento foi registrado no 13º Distrito Policial, unidade plantonista da Polícia Civil do Ceará.

O caso será investigado pelo 26º DP. As buscas, no entanto, são mantidas, no intuito de capturar os suspeitos. As informações são da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Leia também | Operação Karkinos investiga indícios de fraudes com cooperativa que presta serviço ao Samu

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<