Eleições 2022

Ivo Gomes afirma que apoio de Cid a Roberto Cláudio não existe

A declaração foi feita em publicação no Instagram do prefeito de Sobral

Compartilhe:
3 de agosto de 2022
Redação GCMAIS
Ivo Gomes afirma que apoio de Cid a Roberto Cláudio não existe
Foto: ALECE

Em publicação na sua rede social, Ivo Gomes (PDT) afirmou que apoio de Cid a Roberto Cláudio “simplesmente não existe”. O prefeito de Sobral fez a declaração nesta quarta-feira (3).

“Engraçado, pra não dizer outra coisa, o meu partido. Ignora e alija Cid do processo de escolha do candidato. Agora quer enganar os entrevistados de pesquisa exigindo na justiça a menção de um apoio do mesmo Cid a RC, apoio esse que simplesmente não existe”, afirmou o prefeito de Sobral.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Saiba mais sobre o racha político envolvendo o PDT

A governadora do Ceará, Izolda Cela, e o senador Cid Gomes não compareceram à convenção do PDT estadual, que aconteceu no dia 24 de julho, em Fortaleza. O diretório do partido oficializou a candidatura do ex-prefeito Roberto Cláudio ao Governo do Estado. Durante discurso, o presidente estadual da legenda, André Figueiredo, anunciou o presidente do PSD Ceará, Domingos Filho, como o candidato a vice na chapa.

O anúncio do PDT que o ex-prefeito Roberto Cláudio seria o candidato ao Governo do Ceará, fez com que a união de 16 anos com o PT no Estado fosse rompida. Os petistas queriam que Izolda Cela fosse o nome escolhido para disputar o cargo. O prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), entrou em defesa de Izolda e afirmou que seu irmão, o senador Cid Gomes, pensa o mesmo.

Leia também | Izolda e Cid não comparecem à Convenção do PDT que confirma Roberto Cláudio como candidato a governador do Ceará

Camilo Santana lamenta decisão do PDT sobre candidato ao Governo do Ceará

O ex-governador Camilo Santana (PT) deixou claro sua preferência pelo nome da governadora Izolda Cela (PDT), que concorria com Roberto Cláudio. Os outros dois pré-candidatos se retiraram da corrida: Evandro Leitão, presidente da Assembleia Legislativa, que saiu para apoiar Izolda; e o deputado federal Mauro Filho, que não se posicionou a favor de um dos nomes, mas defendeu o acordo.

“Lamento muito que a primeira mulher governadora do Ceará não poderá concorrer à reeleição, após decisão do PDT. Siga firme, Izolda! O Ceará tem muito orgulho de sua força e determinação”, postou Camilo nas redes sociais.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<