Obstrução intestinal que acomete Bolsonaro pode levar à necrose e perfuração de órgão, diz especialista | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
TRATAMENTO
Obstrução intestinal que acomete Bolsonaro pode levar à necrose e perfuração de órgão, diz especialista
A médica cardiologista Stephanie Rizkpode analisou o quadro clínico de Bolsonaro
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 3 de janeiro de 2022
Obstrução intestinal que acomete Bolsonaro pode levar à necrose e perfuração de órgão, diz especialista
Presidente está internado em São Paulo. Foto: Reprodução/Instagram

Ao analisar o quadro clínico de Jair Bolsonaro, internado nesta segunda-feira (3) com um diagnóstico de obstrução intestinal, a médica cardiologista Stephanie Rizkpode alertou que casos como o do presidente da república, se não forem bem tratados, podem gerar uma isquemia, quando há falta de fornecimento de sangue para uma área do corpo, gerando necrose e perfuração intestinal.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<

A médica explicou que o tratamento da obstrução intestinal de Bolsonaro, por outro lado, pode variar. Para casos mais simples, a especialista ponderou sobre os cuidados básicos a serem tomados. “Pode ser desde um quadro mais brando, com repouso, parar de comer e hidratar para o intestino ir com calma”, comentou.

De acordo com Stephanie Rizk, o quadro do presidente é caracterizado por um entupimento completo ou uma suboclusão, que é um entupimento parcial do intestino grosso ou delgado. A médica destaca que casos assim podem causar ao paciente dores abdominais fortes, além de náuseas e vômitos, parada na eliminação de gases e fezes, e distensão abdominal.

Leia também | Presidente tem melhora clínica, diz boletim médico

“A comida para de progredir no intestino, é como se o trânsito intestinal estivesse fechado, com a via bloqueada. Tudo que está para trás fica como se fosse preso. Pode ter náusea e vômito”, explicou. “A pessoa tenta comer alguma coisa e não consegue”, comentou

Caso Bolsonaro: diagnóstico precoce é fundamental

A especialista ponderou ainda que, casos como de Bolsonaro, precisam ser diagnosticados o mais rápido possível, já que a pressão feita pelo próprio intestino é maior do que a feita pelos vasos sanguíneos, o que requer um cuidado especial.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Essa é a 5ª internação de Jair Bolsonaro, desde que sofreu um ataque a facada, durante a campanha presidencial em 2018. No momento, Bolsonaro está internado no hospital Vila Nova Star, assim sem previsão de alta.

Leia também | No hospital, Bolsonaro diz que poderá passar por cirurgia

 


Deixe seu comentário