Ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques assume secretaria no governo Sarto | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
MUDANÇA DE SECRETÁRIO
Ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques assume secretaria no governo Sarto
Em 2021, o petista atuou como secretário executivo no governo Camilo Santana
Batista Santos
Postado em 6 de janeiro de 2022
Ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques assume secretaria no governo Sarto
Foto: Divulgação

O portal GCMAIS apurou com exclusividade que o ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques (PT), assumirá a secretaria no governo do prefeito de Fortaleza, José Sarto. De acordo com uma fonte ligada ao petista, Ilário assumirá a Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social. A posse do novo secretário já está marcada para esta sexta-feira (7), às 15h.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

A Secretaria era ocupada até então por Claudio Pinho, ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante, que deixou o governo para concorrer as eleições de 2022. A saída dele foi publicada no primeiro Diário Oficial do Município de 2022, divulgado na última segunda-feira (3).

Perfil de Ilário Marques

O novo secretário é advogado, formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), onde iniciou sua luta social no movimento estudantil, quando eleito presidente do Centro Acadêmico Clóvis Bevilaqua. Dedicou anos de sua profissão em defesa dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, sindicatos e associações comunitárias.

É fundador do Partido dos Trabalhadores e foi eleito deputado estadual nos anos de 1986 e 1998. Na primeira vez, em 1986, tinha apenas 25 anos e foi membro da mesa diretora da Assembleia Legislativa, atuando na Constituinte Estadual. Em 2013, assumiu a vaga de deputado federal. Governou o município de Quixadá por quatro vezes, sendo eleito pela primeira vez em 1992.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Em 2021, Ilário Marques atuou como secretário executivo, integrante da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), no governo Camilo Santana, também do Partido dos Trabalhadores.


Deixe seu comentário