Câncer de mama pode afetar até 66 mil mulheres por ano | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
OUTUBRO ROSA
Câncer de mama pode afetar até 66 mil mulheres por ano
Doença é a primeira causa de morte por câncer na população feminina em todas as regiões do Brasil
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 21 de outubro de 2021
Câncer de mama pode afetar até 66 mil mulheres por ano
Foto: Divulgação

O câncer de mama pode afetar até 66 mil mulheres por ano e é a principal causa de morte entre as brasileiras. Esse foi um dos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, em coletiva nesta quarta-feira (20).

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, explicou que houve uma ampliação na rede de atendimento para detecção do câncer de mama, com a compra de equipamentos e investimentos financeiros.

De acordo com o Ministério, entre os anos de 2019 e 2021, foram investidos mais de R$ 379 milhões em exames de mamografia para diagnóstico e rastreio da doença e quase R$ 22 milhões em cirurgias para o tratamento de câncer de mama.

O câncer de mama é a primeira causa de morte por câncer na população feminina em todas as regiões do Brasil, exceto na região Norte, onde o câncer do colo do útero ocupa o primeiro lugar. Um levantamento do Instituto Nacional do Câncer revela que, até 2022, mais de 66 mil casos novos podem surgir na população brasileira.

A doença geralmente se manifesta através de um nódulo irregular, duro e indolor. Às vezes, com consistência branda, globosos e até bem definidos, mas não importa o formato. Ambos são sinais de alerta e demandam cuidados. Com um leve toque na mama é possível identificá-lo e, quanto mais cedo isso ocorrer, mais chances a pessoa tem de cura.

Leia também | 50 a cada 100 mil mulheres devem ter câncer de mama no Ceará até o fim de 2021, estima Inca

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário