Doses insuficientes levam Rio a adiar vacinação de crianças de 10 anos | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
SAÚDE
Doses insuficientes levam Rio a adiar vacinação de crianças de 10 anos
Calendário será retomado segunda-feira no município, diz secretaria
AGÊNCIA BRASIL
Postado em 20 de janeiro de 2022
Doses insuficientes levam Rio a adiar vacinação de crianças de 10 anos
Foto: José Cruz/Agência brasil

A insuficiência de doses nos postos de saúde levou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio de Janeiro a adiar a vacinação contra a covid-19 para crianças na faixa etária de 10 anos. Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, o calendário será retomado semana que vem com as crianças de 10 anos.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

A imunização continuará sendo feita na repescagem para meninos e meninas com 11 anos de idade até a próxima segunda-feira (24), de acordo com o calendário divulgado hoje (20) pela SMS.

Já as crianças com deficiência ou comorbidades podem se vacinar, desde que estejam na faixa de 5 a 11 anos de idade.

A secretaria informou que todos os postos de vacinação estão aplicando a primeira dose da vacina em maiores de 12 anos. É preciso apresentar carteira de identidade, número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e, se possível, caderneta de vacinação. Para a segunda dose e a dose de reforço, é necessário levar também o comprovante de aplicação da primeira dose.

Acesso

As unidades 24 horas da rede municipal de saúde – UPAs, hospitais, centros de emergência regional e centros de atenção psicossocial tipo 3 – funcionarão ininterruptamente no fim de semana prolongado pelo feriado do Dia de São Sebastião, padroeiro da cidade. Os locais de vacinação podem ser encontrados no site da prefeitura.

Leia mais |UPAs de Fortaleza selecionam profissionais para vagas temporárias; saiba como se inscrever

Centros municipais de saúde, clínicas da família e centros de testagem funcionam nesta quinta-feira e também amanhã, das 8h às 17h, exclusivamente para ações de combate à covid-19, atendimento e testagem e vacinação contra a doença.

Os centros de testagem com funcionamento nos fins de semana estão informados também no site da prefeitura.

SES

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES RJ) informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não recebeu, até o momento, confirmação do Ministério da Saúde referente à chegada de 50 mil doses da vacina Pfizer infantil.

O ministério espera receber no domingo (24) mais 1,8 milhão de doses da Pfizer para aplicação em crianças de 5 a 11 anos. De acordo com a pasta, o país já recebeu 2,5 milhões de doses da vacina pediátrica. O último lote, com 1,2 milhão de doses, foi entregue domingo (16) e está sendo distribuído aos estados.

Leia mais |Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos

Nesta quinta-feira (20), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou por unanimidade a aplicação do imunizante CoronaVac em crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos, à exceção de menores imunossuprimidos, ou seja, com baixa imunidade.

O Ministério da Saúde informou também que distribuiu, em cinco dias, mais de 187 mil doses de vacinas pediátricas contra a covid-19 para o estado do Rio de Janeiro. “Desde o início da campanha de vacinação, o quantitativo de doses é distribuído de maneira proporcional e igualitária, e pactuado de forma conjunta entre o Ministério da Saúde e representantes dos estados e municípios. A pasta reforça a importância de todos os estados cumprirem as orientações do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) para garantir a imunização de toda a população brasileira”, afirmou, em nota.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário