Campanha de vacinação contra gripe e sarampo tem dia D neste sábado | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
SAÚDE
Campanha de vacinação contra gripe e sarampo tem dia D neste sábado
Crianças e profissionais de saúde devem atualizar vacinação
AGÊNCIA BRASIL
Postado em 30 de abril de 2022
Campanha de vacinação contra gripe e sarampo tem dia D neste sábado
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Postos de Saúde em todo o país estarão abertos neste sábado (30), no dia D de mobilização nacional contra a gripe e o sarampo. A inciativa marca o fim da primeira etapa da campanha de vacinação, que teve como alvo idosos acima de 60 anos e trabalhadores de saúde. Os profissionais também foram chamados a atualizar a carteira de vacinação, caso não tenham tomado o imunizante contra o sarampo.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O dia D também vai marcar o início da vacinação de crianças de 6 meses a menores de 5 anos contra as duas doenças. Pelo calendário oficial do Ministério da Saúde, na segunda etapa, nos dias 2 de maio e 3 de junho, além do público infantil, gestantes e puérperas, povos indígenas, professores da rede ensino pública e privada, pessoas com comorbidades e outros também devem se vacinar.

A meta do Ministério da Saúde é imunizar cerca de 76,5 milhões de pessoas até o dia 3 de junho, data prevista para encerramento da campanha. O objetivo é prevenir o surgimento de complicações decorrentes das doenças, para evitar novos óbitos e possível pressão sobre o sistema de saúde. Ao todo, o governo federal enviou mais de 80 milhões de doses do imunizante da gripe aos estados e ao Distrito Federal para a vacinação.

Campanha

O objetivo da campanha é prevenir o surgimento de complicações decorrentes das doenças, para evitar novos óbitos e possível pressão sobre o sistema de saúde. “É muito importante que todos os brasileiros que fazem parte dos grupos prioritários procurem um posto de vacinação. No ano passado, tivemos um surto em várias regiões do país por conta da cepa H3N2. A vacina deste ano já protege contra essa e as cepas passadas. Precisamos combater as doenças. A vacinação vai impedir a proliferação dos vírus e evitar que tenhamos maior pressão sobre o sistema de saúde”, disse o ministro Marcelo Queiroga, à época do lançamento da campanha.

Saiba as etapas da campanha e quais públicos serão atendidos:

1ª etapa – de 04/04 a 30/04

Idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde.

2ª etapa – de 02/05 a 03/06

Crianças de 6 meses a menores de 5 anos;

Gestantes e puérperas;

Povos indígenas;

Professores;

Comorbidades;

Pessoas com deficiência permanente;

Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas;

Caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;

Trabalhadores portuários;

Funcionários do sistema prisional;

Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;

População privada de liberdade

Leia mais | Fortaleza realiza Dia D de vacinação contra influenza e o sarampo no sábado (30)

A Prefeitura de Fortaleza realiza o Dia D de vacinação em 113 postos de saúde da Capital e quatro pontos de aplicação, no sábado (30), das 8h às 17h. O objetivo é ampliar a oferta da vacina durante o fim de semana, aumentando também os índices da vacinação de rotina e das campanhas contra a influenza e o sarampo.

Dia D de vacinação em Fortaleza

De acordo com a gestão municipal, são ofertadas 14 vacinas para as crianças: BCG, Hepatite B, Rotavírus, Pentavalente, Pólio Inativada, Pneumocócica 10 Valente, Meningite C, Tríplice Viral, Hepatite A, Varicela, Pólio Oral, Tríplice Bacteriana (DTP), Febre Amarela e, também, HPV (para meninas entre nove e 14 anos de idade).

Já para os adolescentes, são disponibilizadas cinco vacinas: ACWY, Tríplice Viral, Hepatite B, Dupla Bacteriana – Difteria e Tétano e, também, HPV (para meninos de 11 a 14 anos).

Para ter acesso à vacina, os adultos e idosos devem apresentar documento oficial com foto. As crianças devem apresentar documento de identificação oficial (certidão de nascimento, carteira de identidade ou passaporte) e cartão de vacinação. No caso dos profissionais, é necessário também documento de comprovação do trabalho em Fortaleza.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário