Notícias

Covid-19: idosos acima de 60 anos poderão receber 4ª dose a partir de terça-feira (17) em Fortaleza

A informação foi compartilhada pelo prefeito Sarto Nogueira

Compartilhe:
16 de maio de 2022
Roberta Fontelles
Covid-19: idosos acima de 60 anos poderão receber 4ª dose a partir de terça-feira (17) em Fortaleza
Foto: Prefeitura de Fortaleza

Na terça-feira (17), Fortaleza inicia a aplicação da 4ª dose contra a Covid-19 na população acima de 60 anos. Para receber o imunizante, é preciso ter tomado a 3ª dose há pelo menos quatro meses. A informação foi compartilhada pelo prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT), pelas redes sociais.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

4ª dose de vacina para idosos

A postagem foi feita nesta segunda-feira, 16.

“Vamos atender por livre demanda, sem necessidade de agendamento prévio, nos locais que estiverem realizando vacinação contra Covid-19, conforme programação divulgada diariamente no portal da Prefeitura de Fortaleza”, escreveu.

Ainda na publicação, o gestor municipal reforçou a importância de manter a vacinação em dia, “para garantir a proteção individual e coletiva”.

Leia mais | Secretaria da Saúde mantém postos de testagem gratuita para Covid-19 em Fortaleza

Fortaleza ultrapassa a marca de 5,7 milhões de doses de vacinas aplicadas

Em Fortaleza, já foram aplicadas 5.778.508 doses de vacinas contra a Covid-19, entre D1, D2, D3 e D4, de acordo com a gestão municipal. O balanço foi divulgado, no dia 18 de abril, pelo prefeito José Sarto (PDT).

“Desde o início da campanha, a imunização tem sido nossa prioridade e, graças a esse esforço, temos registrado baixo número de casos, o que nos permitiu retomar nossas rotinas. Para seguirmos avançando, é muito importante que cada fortalezense faça sua parte e atualize o cartão de vacinação, tomando as doses que estiverem disponíveis”, apontou o prefeito de Fortaleza.

Saiba quais locais em que o uso de máscaras segue obrigatório no Ceará

O Ceará liberou a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados, de acordo com a governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT). Entretanto, o uso do item segue obrigatório em equipamentos de saúde e em transportes públicos.

O uso do equipamento segue recomendado para “pessoas imunossuprimidas, gestantes, pessoas que estão com algum sinal de contaminação, pessoas que estão em alguma situação que devem evitar qualquer tipo de contaminação”. O anúncio com a flexibilização foi feito em transmissão nas redes sociais na última quinta-feira (14). 

De acordo com a chefe do Executivo estadual, a liberação do uso de máscaras em locais fechados foi possível graças ao “bom nível de controle” da pandemia no Ceará.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<