'+ Pets

Três raças de cachorro originalmente brasileiras

Compartilhe:
20 de junho de 2021
Jonas Viana
Três raças de cachorro originalmente brasileiras

Olá, sabemos que cada país tem suas raças de cachorros específicas, uns com muitas variações, formas, pelos e portes físicos. Na Europa, por exemplo, há mais de 200 raças, já no Brasil, esse número nem chega a ultrapassar uma dezena. E pode ocorrer que a gente nem mesmo saiba quais o Brasil tem de raças de cachorros, ou se tem não identificamos logo. Para nos dar mais informações e conhecimentos, vamos conhecer melhor três raças originalmente brasileiras?!

1 – Terrier Brasileiro

Uma das raças, companheiras, alegres e possivelmente dóceis. O Terrier Brasileiro é dotado de energia e senso de proteção, ele se dá muito bem para o convívio com crianças, com quem pode brincar ao longo do dia e ficar menos agitado durante o dia. 

Conhecido também como o Fox Paulistinha, a origem dessa raça tem vários segmentos e dizeres. Acreditamos que ela teria surgido a partir da mistura de cães das raças Fox Terrier, Jack Russell Terrier, Pinscher e até Chihuahua, pelo porte de alguns que aqui se apresentam. 

Para ter essa raça em casa, o Terrier Brasileiro, é preciso garantir a ele boas doses de atividade física, brincadeiras e EA – enriquecimento ambiental –, desafios mentais e consistência no adestramento. Com isso, você fará que o pet fique menos estressado e não venha a desenvolver problemas de comportamento.

Terrier brasileiro, mais conhecido como fox paulistinha

Terrier brasileiro, mais conhecido como fox paulistinha – Reprodução/Instagram

2 – Fila Brasileiro

A origem do Fila Brasileiro é um mistério, assim como do Fox Paulistinha, mas podemos dizer que é um resultado da mistura de cães das raças Mastiff, Bulldog e até de cães indígenas ancestrais ou selvagens, raças como o lobo-guará, nativo de nossa região. 

O Fila Brasileiro é brincalhão e às vezes necessita de carinho. Seu tamanho é imponente, mas o fato de ele ser tranquilo não significa que você possa relaxar na atenção, cuidados e adestramentos. Às vezes, em certos momentos, pode ser muito teimoso e desconfiado com estranhos, requer atenção. 

Fila Brasileiro

foto fofuxo.com

3- Rastreador Brasileiro

Assim como temos raças em extinção, isso pode ocorrer com cães também, o Brasil mesmo já perdeu algumas raças com o passar dos anos. Uma delas foi o Rastreador BrasileiroEm registros históricos, Oswaldo Aranha Filho teria sido o responsável por dar início à linhagem, a partir dos anos 1950. 

Trabalharam com cruzamentos seletivos entre cães de raças especificas e comportamentos, como o Foxhound Americano, além do Coonhound preto e castanho, Pequeno azul da Gasconha e Bluetick Hound Americano. Sendo o Rastreador Brasileiro a primeira raça brasileira a ser oficializada pelas instituições que estudam cães e registros de raças.

Considerada, hoje, atualmente extinta devido a uma infestação de carrapatos que tomou conta do rebanho de Oswaldo Aranha Filho em 1973, fazendo dele, até então, o único criador da raça.  

Hoje em dia, alguns fazendeiros que haviam ganhado Rastreadores do criador original vêm fazendo esforços para trazer a raça de volta, fazendo disso uma boa notícia para os históricos brasileiros de raças de cães. 

Rastreador-brasileiro – Wikipédia, a enciclopédia livre

Wikipedia Rastreador-brasileiro – Wikipédia, a enciclopédia livre