Hospital Antônio Prudente recebe autorização para realizar transplante de medula óssea entre parentes diretos | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
PUBLIEDITORIAL
Hospital Antônio Prudente recebe autorização para realizar transplante de medula óssea entre parentes diretos
Até o momento, a unidade é a terceira do Estado a receber autorização para realizar o procedimento; taxa de sucesso em procedimento similar é próxima a 95% no hospital  
REDAÇÃO HAPVIDA
Postado em 12 de janeiro de 2022
Hospital Antônio Prudente recebe autorização para realizar transplante de medula óssea entre parentes diretos
Foto: Divulgação

O Hospital Antônio Prudente, maior unidade do Sistema Hapvida em Fortaleza, foi autorizado a realizar transplante de medula alogênico aparentado. O procedimento consiste em realizar a transferência de um indivíduo para outro, desde que haja parentesco direto.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O hospital já era credenciado pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Saúde do Estado do Ceará para a realização do transplante de medula óssea autólogo, que acontece quando o doador é o próprio paciente, usando a medula dele mesmo. Nesta modalidade, já foram realizados 53 procedimentos, com taxa de sucesso próxima a 95%, o resultado colaborou para que uma intervenção mais complexa fosse possível.

“Neste transplante, o doador escolhido não é o próprio paciente, mas sim um parente direto, de primeiro grau, um dos irmãos, um dos pais ou um filho, se o paciente tiver. É um tipo de TMO que requer um grau maior de expertise da equipe multiprofissional envolvida e somente centros de excelência conseguem a sua aprovação para realizá-lo”, explica o Dr. Emmerson Eulálio, hematologista do Sistema Hapvida.

Leia também | Aumento de chuvas pode facilitar surgimento de pneumonias

Transplante de medula

A possibilidade de realização do procedimento em uma rede da abrangência do Hapvida pode significar uma vitória contra enfermidades graves e potencialmente fatais. No Brasil, a maioria dos centros autorizados a realizar o TMO alogênico, se concentra em regiões Sul e Sudeste, havendo poucos centros habilitados na região Nordeste e nenhum na região Norte.

“O Hospital Antônio Prudente alcança um novo patamar de atuação, em consonância com uma medicina de ponta oferecida pelos melhores centros médicos do país. Já temos alguns pacientes em avaliação para a realização do procedimento. É um processo delicado que requer a realização de vários exames, algumas vezes associados a terapias preparatórias, buscando sempre a condição mais segura para o paciente. Estamos trabalhando em conjunto com a direção e com colegas de todo o país que compõem a rede. Nossa pretensão é iniciar o primeiro transplante ainda em 2021”, finaliza.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário