Ceará apresenta crescimento de 3,77% da população em 2021 | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
CRESCIMENTO DA POPULAÇÃO
Ceará apresenta crescimento de 3,77% da população em 2021
O Estado é o terceiro mais populoso do Nordeste, detendo uma taxa de participação na região correspondente a 16,02%, e o oitavo do país
Batista Santos
Postado em 5 de janeiro de 2022
Ceará apresenta crescimento de 3,77% da população em 2021
Foto: Governo do Estado / Divulgação

Em 2021, o Ceará atingiu 9.240.580 habitantes, o que representa crescimento de 3,77% em relação a 2015, de acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Estado é o terceiro mais populoso do Nordeste, detendo uma taxa de participação na região correspondente a 16,02%, e o oitavo do país, responsável por 4,33% da população brasileira. Quanto à distribuição populacional nos municípios, Fortaleza concentra o maior contingente, com 2.703.391 habitantes (29,26%), vindo em seguida os municípios de Caucaia, com 368.918, ou o equivalente a 3,99%; Juazeiro do Norte, com 278.264 (3,01%); Maracanaú, com 230.986 ( 2,50%) e Sobral, com 212.437 (2,30%).

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<

Já com relação a densidade demográfica, a média no Ceará, em 2021, é de 62,06 hab./km2. Fortaleza apresenta o maior valor, com mais de 8.655 hab./km2. Dos 10 maiores municípios em termos de densidade demográfica, nove fazem parte da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), em decorrência de um maior desenvolvimento desta região em relação às outras do Ceará, em termos de disponibilização de serviços públicos, infraestrutura, atividade econômica e geração de empregos. As informações estão no “Painel de indicadores sociais e econômicos: os dez maiores e os dez menores municípios cearenses em 2021”, que o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), por intermédio da Gerência de Estatística, Geografia e Informação (Gegin), acaba de publicar.
O trabalho, que apresenta de forma rápida e sucinta um comparativo dos maiores e menores municípios cearenses em relação a indicadores das áreas de demografia, saúde, educação, infraestrutura e economia, mostra, com relação ao Produto Interno Bruto (PIB), que Fortaleza atingiu um total de R$ 67.413 milhões, respondendo por 41,21% do PIB do Ceará, em 2019. Em 2014, esse percentual era de 44,52%. Desse modo, evidencia-se uma desconcentração da atividade econômica cearense no período analisado. Os municípios com maiores participações no PIB do Estado, em 2019, foram Fortaleza (41,21%), Maracanaú (5,96%), Caucaia (4,23%), Juazeiro do Norte (2,98%) e Sobral (2,80%).

Leia também | Ceará tem alta de 15% no saldo de empresas abertas em 2021

No tocante ao consumo de energia elétrica, dos dez maiores municípios, cinco estão na RMF: Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Aquiraz e Eusébio, que respondem por 53,04% do consumo de energia elétrica em 2020, salientando-se que somente a capital do Estado foi responsável por 37,42%. Já os municípios de Altaneira, Senador Sá e Granjeiro possuíram os menores consumos de energia elétrica neste ano. No período de 2015 a 2020, o número de ligações ativas de água passou de 1.613.578 para 1.696.655 no Ceará, representando um crescimento de 5,15%.

Os municípios com as maiores concentrações de ligações ativas em 2020 foram Fortaleza (39,91%), Caucaia (5,41%), Juazeiro do Norte (5,31%), Maracanaú (4,45%) e Maranguape (1,60%). Naquele ano, 650.037 ligações ativas de esgotamento sanitário no Estado foram realizadas pela Cagece, sendo a maior parte registrada em Fortaleza (64,10%).

Leia também | Ceará tem queda de preço nos combustíveis; saiba valores nas cidades cearenses

Em 2020, o Ceará registrou uma taxa de mortalidade infantil igual a 11,60 por mil nascidos vivos, sendo este um valor inferior ao ano de 2015 (12,22). Os municípios com as maiores taxas de mortalidade infantil em 2020 foram: Arneiroz (32,61), Jaguaribara e Tejuçuoca (29,41), Farias Brito (28,93) e Granjeiro (27,40), com índices maiores que a média do Estado. Já com relação à educação, ao avaliar os resultados das notas do SPAECE para o Ceará no ano de 2019, observa-se que o Estado obteve proficiência adequada em português e matemática para o 5º ano do ensino fundamental na rede municipal. Para o 9º ano do ensino fundamental, o Ceará teve classificação intermediária em português e matemática.

Município do Ceará se destaca no português

O município de Ararendá se destacou na proficiência em português 9º ano do ensino fundamental. Enquanto o município de Catunda obteve o maior índice em Matemática nesta mesma série. A respeito dos resultados do IDEB, no ano de 2019, os municípios que se destacaram foram Mucambo, Independência e Milhã nas séries iniciais da rede municipal. Já em relação às séries finais na rede municipal os municípios de Pires Ferreira, Novo Oriente e Jijoca de Jericoacoara obtiveram as maiores notas;

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Conforme dados da RAIS (2020), o Ceará tinha 1.441.497 empregos formais (com carteira assinada), sendo que 52,33% estavam localizados em Fortaleza. A atividade econômica de serviço no Estado destaca-se com o maior número de empregos (872.841; 60,55%). Com relação à Previdência Social, em 2020, o número de benefícios emitidos foi de 1.584.544, entre assistenciais e de legislação específica, sendo que a maior parte foi registrada em Fortaleza (356.208; 22,48%).

 


Deixe seu comentário