'+ Variedades

Cruella 2 vem aí

Compartilhe:
24 de agosto de 2021
Jonas Viana
Cruella 2 vem aí

Vem aí o filme Cruella 2, e a atriz Emma Stone já está confirmadíssima para estrelar a continuação. Nossa, adorei o filme, o mais fashion que assisti nos últimos tempos, depois de “O Diabo veste Prada”. O roteiro vale a pena e é surpreendente.

cruella de jornal

Por baixo do vestido de recortes de jornal, o corset estruturado lindo.

Se você ainda não assistiu à primeira refilmagem, ambientada em Londres, nos anos 70, tem de ver e vai entender porque a atriz já se consolidou no papel principal. Inclusive, os estúdios Disney já confirmaram o desenvolvimento de Cruella 2, no novo live-action, estrelado pela atriz.

Não foram divulgados mais detalhes do novo projeto, mas a sequência conta com a volta do roteirista Tony McNamara (A favorita) e do diretor Craig Gillespie.

cruella

O vestido é uma releitura da peça de Elsa Schiaparelli, de 1935, uma estilista italiana criou a peça com estampa de recortes de jornais

SEGREDOS DE CRUELLA

A música é top, os looks, incríveis, idealizados pela costume designer do filme Jenny Beavan, que já levou para casa dois Oscar. Inspiração nas criações dos estilistas Vivianne Westwood e Alexander McQueen, na cantora alemã Nina Hagen e na marca Bodymap. De olho no vestido brilhante, inspirado no Tree Dress, de Charles James. Nossa, e a saia dramática decorada com 5.060 pétalas, feita à mão? Sem comentários.

As músicas, gente, demais: This Boots Are Made for Walking, Come Together, Sympathy For The Devil, Perhaps, Toxic, Fever… Um recheio de artistas e bandas icônicos da Década de 70 e 80, como Tina Turner, Blondie, Supertramp, Bee Gees, The Doors, The Clash, The Rolling Stones, Nancy Sinatra, Doris Day, Archimia e vários outros. Já a música original composta para o filme fica por conta de Florence + The Machine.

E selecionei para você as músicas que mais gostei do longa. É só acessar meu álbum, no SPOTIFY, link abaixo:

 

A MODA É QUASE UMA PERSONAGEM

O roteiro do longa é surpreendente, e o encontro entre a jovem Estella e sua mãe, a baronesa e estilista, vivida por Emma Thompson, é que provoca o rol de acontecimentos. A partir daí, Estella se transforma na implacável Cruella, assume seus cabelos naturais, metade branca e a outra metade preta.

Nesse contexto, a moda é o pano de fundo que ajuda a contar a história. É usada por Cruella para ofuscar sua mãe biológica e como forma de desafiar as normas vigentes. Um closet com casacos militares extravagantes, saias salientes salpicadas de pétalas costuradas à mão, calças de motocross com lantejoulas e vestidos de festa sensacionais.

A moda é um pano de fundo da história e uma arma de vingança para Cruella transpor as normas da sociedade vigente. E é juntamente o mundinho fashion que vai orientar, dar o rumo e se apropriar do roteiro, na sequência de Cruella Avil. Estou aqui ansiosa.

LEIA MAIS

https://gcmais.com.br/coluna/mais-variedades/lentes-de-contato/

HISTÓRIA

Cruella de Vil é uma personagem do filme original animado 101 Dálmatas, lançado em 1961. Uma vilã vaidosa que odeia dalmatas. Nos anos 1990, foi lançado o longa Os 101 Dálmatas, com a história de origem e com a atriz Glenn Close, no papel principal.