Hemoce recebe mais de 100 mil doações de sangue em 2021 | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
SOLIDARIEDADE
Hemoce recebe mais de 100 mil doações de sangue em 2021
O hemocentro cearense recebeu, no ano passado, 102.658 bolsas de sangue, o que representa um aumento de mais de 10% em relação a 2020
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 13 de janeiro de 2022
Hemoce recebe mais de 100 mil doações de sangue em 2021
Foto: Ascom Hemoce

Mesmo em meio à pandemia de Covid-19, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) recebeu, no ano passado, mais de 100 mil doações de sangue, mantendo o atendimento estável em todo o território cearense. O Hemoce enviou, ainda, bolsas de sangue para outros estados brasileiros que tiveram os estoques impactados pelo agravamento do período pandêmico. Na área de Hematologia, o hemocentro também cadastrou cerca de 12 mil pessoas como possíveis doadores de medula óssea.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O Hemoce recebeu, no ano passado, 102.658 bolsas de sangue, o que representa um aumento de mais de 10% se comparado a 2020, ano em que o equipamento recebeu 92.524 doações. O sangue doado beneficia pacientes que necessitam de transfusão em cerca de 500 unidades de saúde espalhadas pelos 184 municípios do Estado.

O auxiliar de engenharia Antônio Raul, 23, é um dos voluntários que, em 2021, contribuiu para ajudar a salvar vidas doando sangue. Ele realiza o gesto altruísta com regularidade no posto de coleta do Hemoce na Praça das Flores, em Fortaleza, e considera que a ação é essencial para ajudar quem mais precisa.

“Realizei minha primeira doação de sangue em 2018, depois fiquei inapto por um período e ano passado retornei com as doações. Realizar esse gesto de solidariedade foi a maneira que encontrei de ser útil e conseguir ajudar pacientes que estão nos hospitais precisando de transfusão. Sempre que posso estou convidando pessoas próximas a também estarem doando”, afirma o jovem, que já completou sua quinta doação.

O Ceará chegou a enviar, inclusive, 1.253 bolsas de sangue para outros estados do País, como São Paulo, Alagoas, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Pernambuco, que tiveram seus estoques afetados.

“Nós que fazemos parte do Hemoce só temos a agradecer a todos os doadores voluntários do estado do Ceará, que permaneceram com a solidariedade em dia e ajudaram a salvar vidas durante o ano inteiro. Queremos agradecer também a todos os parceiros que contribuíram e incentivaram a doação de sangue e o cadastro para doação de medula óssea. Desejamos a todos um 2022 repleto de solidariedade, amor e doação. Esperamos que, neste novo ano, as doações possam continuar acontecendo com regularidade”, diz Nágela Lima, coordenadora de Captação de Doadores do Hemoce.

Leia também | Hemoce lança nova campanha de doação de sangue na próxima segunda (22)

Como realizar doações de sangue?

Para se candidatar à doação de sangue, é preciso estar saudável, bem alimentado, pesar acima de 50 kg, ter entre 16 e 69 anos e apresentar um documento oficial com foto. Os menores de idade devem portar o termo de consentimento padrão assinado pelos pais ou responsável legal – disponível no site do Hemoce.

Para evitar aglomerações nas unidades, o hemocentro está recebendo os doadores com hora marcada. Os voluntários podem agendar um horário pelo site doador.hemoce.ce.gov.br ou pelos telefones de contato de cada unidade. Em Fortaleza, os voluntários podem ligar para (85) 3101-2305 ou (85) 99681-7597 – WhatsApp.

Cadastro de Medula Óssea

No Ceará, o Hemoce é responsável pela realização do cadastro para doação de medula óssea. Em 2021, o hemocentro cadastrou 11.997 voluntários como possíveis doadores de medula, chegando à marca de mais de 220 mil possíveis doadores cadastrados.

Atualmente, o Estado possui o maior cadastro entre as regiões Norte e Nordeste. Além do registro, a unidade realiza a coleta de células de medula óssea. Desde 2012, já foram feitos 86 procedimentos – sete deles aconteceram no ano passado.

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<


Deixe seu comentário