Mulher trans cearense é morta em São Paulo | Portal GCMAIS

Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
CRUELDADE
Mulher trans cearense é morta em São Paulo
Testemunhas afirmam que um carro parou e pessoas abandonaram o corpo no meio da rua, fugindo em seguida
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 23 de outubro de 2021
Mulher trans cearense é morta em São Paulo
Mulher trans cearense é morta em São Paulo

Uma mulher trans cearense foi morta a facadas, em São Paulo, na madrugada deste sábado (23). De acordo com testemunhas, pessoas pararam em um carro, deixaram o corpo no bairro Planalto Paulista e depois foram embora.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

As amigas de Vitória, como foi identificada, encontraram o corpo dela, de 30 anos, em uma das ruas do bairro. O Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM) confirmou que a vítima teve ferimentos provocados por faca. O caso foi registrado no 16º Distrito Policial, mas acabou encaminhado ao Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Vitória havia saído do Ceará para a capital paulista em busca de uma vida melhor.

Nota da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo sobre a morte da mulher trans

“Policiais militares em patrulhamento receberam chamado, via Copom, de ocorrência de agressão na alameda dos Uapês, no Planalto Paulista, zona sul da Capital. No local, os agentes encontraram a vítima (não identificada) no solo, com sangramento. Foi solicitada assistência de equipe do SAMU, que constatou o óbito. O caso foi registrado no 16º DP, da Vila Clementino, e será investigado pelo DHPP. Foram solicitados os exames periciais pertinentes no local e na vítima”.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Caso semelhante aconteceu no final do ano passado

No dia 9 de dezembro, Karen Vitória de Sousa,  mulher trans cearense, foi chamada por um homem de 27 anos para um hotel em São Paulo. Acompanhada de uma colega, realizou o programa, mas o suspeito teria se negado a fazer o pagamento. Houve um conflito e ela foi agredida até cair no chão e bater com a cabeça. Karen foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

O corpo de Karen chegou a Fortaleza no dia 11 de dezembro, após uma campanha realizada pela família e amigos para conseguir dinheiro para o translado.

Saiba mais | Corpo de mulher trans cearense morta em São Paulo chega ao Ceará nesta sexta-feira


Deixe seu comentário