Jovem Pan News FM 92.9

AO VIVO
CONFUSÃO
‘Morro de atender boca podre para ser tratada desse jeito?’, diz dentista ao ser impedida de entrar em Jericoacoara
Segundo a Prefeitura, a confusão aconteceu porque um casal de paraibanos se recusou seguir as regras de turismo e circulação de Jericoacoara
REDAÇÃO GCMAIS
Postado em 22 de fevereiro de 2021
‘Morro de atender boca podre para ser tratada desse jeito?’, diz dentista ao ser impedida de entrar em Jericoacoara
Momento em que o casal tenta forçar a entrada na vila. | Foto: Reprodução

Um casal de turistas da Paraíba causou uma grande confusão na entrada da Vila de Jericoacoara neste domingo (21). Nos vídeos que foram feitos pelos moradores da região, é possível ver uma mulher transtornada ao ter que parar o carro na cancela que controla a entrada no local.

Segundo uma nota da prefeitura, a confusão aconteceu por que a paraibana se recusou a apresentar o documento da Taxa de Turismo Sustentável, obrigatório para a estadia em Jericoacoara. Além disso, a mulher insistiu em entrar na Vila com o carro particular, o que é proibido.

Eu trabalhei a semana toda, contribuí com os meus impostos, para poder estar aqui dando privilégio a vocês! E vocês ficam querendo me tratar feito uma vagabunda! Eu sou uma dentista, minha querida”, gritou a mulher para uma funcionária no local. “Eu morro de trabalhar, atender boca podre, para ser tratada desse jeito?”, disparou.

No vídeo, a paraibana aparece alterada, ofendendo, diversas vezes, o estado do Ceará e servidores da prefeitura que trabalham no controle de entrada da vila. “Vamos embora para o meu estado, porque na Paraíba não existe isso não”, ela diz ao homem que está dentro do carro.

O motorista ainda ameaça entrar mesmo sem autorização, aproximando-se da cancela, mas volta atrás. O casal foi conduzido por policiais até a delegacia.

Uma das funcionárias da prefeitura, que foi ofendida pela mulher, chegou a registrar um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) contra o casal.


Deixe seu comentário